domingo

Cruzeiro e Flamengo duelam com pensamento longe do Mineirão



Um tradicional clássico do futebol nacional, porém esvaziado. Assim pode ser encarado o duelo que Cruzeiro e Flamengo farão neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Mineirão, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Favoritos ao título, os dois estão mais preocupados neste momento com outras competições.

O Cruzeiro, no meio de semana, venceu a Universidad de Chile, em Santiago, por 2 a 1, e fará a partida de volta pelas oitavas-de-final da Copa Libertadores na próxima quinta-feira, um dia depois de o Flamengo encarar, no Rio de Janeiro, o poderoso Internacional pelas quartas-de-final da Copa do Brasil.

Por isso, o pensamento dos dois times está bem longe do que acontecerá neste fim de semana em Belo Horizonte. De atração, o fato de ambos terem se sagrado campeões estaduais no fim de semana passado.

Apesar disso, Cuca, técnico do Flamengo, garante que a prioridade neste momento é encarar o time mineiro, vencer, e começar bem o Brasileiro. O treinador sempre se mostrou contrário a priorizar torneios desde a época em que dirigia o Botafogo. E, apesar das críticas, não pensa em mudar de ideia neste domingo.

"Vamos com o que temos de melhor e focados na conquista de uma vitória. Será muito importante para nós vencer fora de casa na estreia, pois isso dará ainda mais segurança para as partidas contra o Internacional. Além disso, precisamos de gordura caso a gente alcance o objetivo de chegar à decisão da Copa do Brasil, quando poderá ser necessário poupar alguma peça", justificou o comandante rubro-negro.

A tradição do embate entre as equipes também está sendo levada em consideração para Cuca tentar motivar seus jogadores. "Um clássico contra o Cruzeiro, recheado de história, não pode nunca ser deixado em segundo plano. Mesmo que o Cruzeiro decida poupar um ou outro jogador, não vou me iludir e esperar facilidades, pois o elenco deles é muito forte", disse Cuca, que faz mistério e não divulga a formação que entrará em campo.

O Cruzeiro chega para enfrentar o Flamengo tendo se preparado pouco para a partida. Na quinta-feira à noite, o time estava em campo em Santiago.

Depois da cansativa jornada, os jogadores tiveram apenas a tarde de sábado para treinar e ouvir as instruções do técnico Adilson Batista. De toda forma, a equipe está concentrada e espera conseguir dar ao Campeonato Brasileiro a atenção que ele merece.

"Vamos descansar para enfrentar o Flamengo, outro jogo importante, já por outra competição também de grande importância, que é o Campeonato Brasileiro", já pensava o atacante Kléber, ainda no Chile.

O Cruzeiro traz de Santiago um desfalque. Soares, que vinha tendo chances como titular ao lado de Kléber no ataque, torceu o tornozelo direito na partida e está vetado. De resto, falta saber se Adilson manda a campo força total ou mescla titulares e reservas.

Em entrevistas concedidas nas últimas semanas, o comandante celeste não deixou claro qual é o plano. Por um lado, ele afirmou que o revezamento de atletas feito no Campeonato Mineiro tinha como objetivo suportar a maratona de jogos que vinha pela frente. Por outro, está bem claro, desde o início da temporada, que a Libertadores é a prioridade do primeiro semestre.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO x FLAMENGO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 10 de maio de 2009, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Paulo César Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Ednilson Corona (Fifa-SP) e Emerson de Carvalho (Fifa-SP)

CRUZEIRO: Fábio; Jancarlos, Léo Fortunato (Gustavo), Leonardo Silva e Gerson Magrão; Fabrício, Marquinhos Paraná (Elicarlos), Ramires e Wagner; Kléber e Wellington Paulista (Thiago Ribeiro)
Técnico: Adilson Batista

FLAMENGO: Bruno; Aírton, Welinton e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Willians, Kléberson, Ibson e Juan; Everton e Emerson
Técnico: Cuca

[Espn]

Nenhum comentário: