terça-feira

Reportagem da ESPN Brasil escancara “compra” de apoio e imoralidade de Patrícia Amorim

Reportagem da ESPN Brasil escancara “compra” de apoio e imoralidade de Patrícia Amorim
Em competente reportagem, a ESPN BRasil escancarou a imoralidade da presidenta Patrícia Amorim não apenas em sua conduta como vereadora, mas também no cargo máximo do Flamengo. http://espn.estadao.com.br/noticia/279284_verea...engo-e-familiares Indicou dezenas de “colaboradores”, entre familiares e pessoas influentes da vida flamenguista para ocupar cargos públicos em seu gabinete, com recebimento de salários acima do padrão nacional. Conseguiu com isso fechar os olhos de muita gente, entre eles os setores de fiscalização do clube, para seus desmandos administrativos, entre outras coisas ainda piores. Situação essa que nada surpreende aos observadores de seus atos, principalmente após expulsar Zico do Flamengo, e fingir não enxergar a corrupção de V(W)anderlei(y) Luxemburgo. Fatos que por si já atestariam toda sua deficiência moral. Tomara agora, com mais esse escândalo escancarado, e comprovado, conselheiros do Flamengo acordem do sono da conivência e extirpem do clube toda essa gente que está lá apenas para se locupletar. http://blogdopaulinho.wordpress.com/2012/09/03/...-patricia-amorim/ Veja as reportagens completa, clicando aqui A reportagem exclusiva da repórter da ESPN Gabriela Moreira revela que a vereadora Patrícia Amorim, também presidente do Flamengo, lotou seu gabinete com pessoas do clube e familiares. Ela já nomeou em seu gabinete na Câmara dos Vereadores 25 pessoas do Flamengo, nomes ligados à base política que sustenta o mandato rubro-negro. Ainda assim, Patrícia disse à ESPN que não vê conflito de interesses. Assista ao vídeo e entenda o caso! Assista a reportagem em http://espn.estadao.com.br/video/279300_exclusi...om-pessoas-do-fla Lúcio de Castro critica vida dupla da vereadora Patrícia Amorim e cobra mais fiscalização pública Reportagem EXCLUSIVA da repórter da ESPN Gabriela Moreira revela que Patrícia Amorim, vereadora e também presidente do Flamengo, lota seu gabinete com pessoas do clube e familiares. Ainda assim, a política nega que isso gere um conflito de interesses. No programa Bate-Bola 1ª edição desta segunda-feira, o comentarista Lúcio de Castro criticou a vida dupla de Patrícia e pediu mais fiscalização pública para evitar esse tipo de comportamento dos políticos. Assista! Assista: http://espn.estadao.com.br/video/279307_lucio-d...calizacao-publica 'No esporte, devemos ter esportistas, não políticos; vida política tem práticas que não são éticas', diz PVC Após revelações de reportagem exclusiva da ESPN de que Patrícia Amorim, vereadora e presidente do Flamengo, lota seu gabinete com pessoas do clube e familiares, o comentarista da ESPN Paulo Vinícius Coelho falou sobre o assunto durante o programa Bate-Bola 1ª edição desta segunda-feira. Para PVC, a vida política tem muitas práticas que não são éticas e, para evitar um conflito de interesses, no esporte deveriam haver apenas esportistas, não políticos. Veja a análise! Assista: http://espn.estadao.com.br/video/279317_no-espo...ao-eticas-diz-pvc Mauro Cezar: 'Sócios poderem votar para presidente é virtude do Fla; cabe a eles tirarem Patrícia Amorim' O comentarista Mauro Cezar Pereira, assim como PVC e Lúcio de Castro, falou sobre o fato de a presidente do Flamengo Patrícia Amorim, também vereadora, colocar em seu gabinete na Câmara inúmeras pessoas do clube e familiares, como revelou a reportagem exclusiva da ESPN nesta segunda-feira. Mauro destacou a falta de ética da questão, mas fez uma ressalva: 'Sócios do Flamengo podem votar para presidente do clube; isso é uma virtude". Por isso, para ele, cabe aos sócios tirarem Patrícia do poder, e à população carioca, não votar nela nas eleições. Assista: http://espn.estadao.com.br/video/279320_mauro-c...m-patricia-amorim Saiba quem são as 25 pessoas ligadas ao Flamengo ou a funcionários do clube agraciadas por Patricia Amorim com cargos na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro 1 - Leonardo Ribeiro (Capitão Leo) - Presidente do Conselho Fiscal do Flamengo Nomeado para o gabinete de Patricia Amorim em maio de 2004 e exonerado no dia 01/01/2005, tendo, no mesmo dia, sido nomeado novamente e ficado até julho de 2007, quando saiu de vez e cedeu sua vaga a seu sócio na empresa Leson Auditoria e Contabilidade, Nelson Santos de Souza. Salário: R$ 4,6 mil 2 - Nelson Santos de Souza - Sócio de Leonardo Ribeiro - o capaitão Leo, presidente do Conselho Fiscal do Flamengo - na empresa Leson Auditoria e Contabilidade Foi nomeado pela primeira vez no gabinete de Patricia Amorim em agosto de 2001, no qual ficou até 2003, quando foi transferido para atuar com o vereador Romualdo Boaventura. Depois de alguns meses, acabou transferido de novo, desta vez para o do Professor Gaspar, no qual trabalhou até ser exonerado, em outubro de 2003. Em 2007, voltou à Câmara novamente para trabalhar no gabinete de Patricia, como auxiliar, na vaga que era do capitão Leo, seu sócio, exonerado no mesmo dia de sua nomeação, em 01/07/2007. Salário: R$ 4,6 mil 3 - Fernando Sihman - Marido de Patricia Amorim Nomeado em janeiro de 2001 e exonerado em abril do mesmo ano. Em 2003, fez parte da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Prefeitura, quando Patricia era a secretária. Depois, voltou ao gabinete da esposa em abril de 2004, saindo em agosto de 2005. De 2007 a 2009, foi subsecretário de Esportes do estado do Rio de Janeiro. Salário: R$ 8,3 mil 4 - Paula Filler Amorim - Membro do Conselho Deliberativo do Flamengo e irmã de Patricia Nomeada em janeiro de 2001 e exonerada em janeiro de 2003; também rodou por gabinetes de outros vereadores e saiu definitivamente da Câmara em julho de 2007. Salário: R$ 8,3 mil 5 - Tânia Filler Amorim - Mãe de Patrícia Amorim Nomeada em abril de 2002 e exonerada em janeiro de 2003; depois disso, também rodou pelos gabinetes de Romualdo Boaventura, Professor Gaspar e Wagner Siqueira. 6 - Cristina Isensee Callou - Vice-presidente de Esportes Olímpicos do Flamengo Nomeada em janeiro de 2001, foi exonerada em abril do mesmo ano; voltou em 01/01/2005 na vaga do capitão Leo, exonerado pela primeira vez no mesmo dia. Salário: R$ 7,1 mil 7 - Renata Callou de Aça Belchior - Irmã de Cristina Callou, vice-presidente de Esportes Olímpicos do Flamengo Nomeada em setembro de 2001 e exonerada em 07/01/2003, tendo, no mesmo dia, sido nomeada para o gabinete do vereador Romualdo Boaventura, do qual saiu em 01/02/2003. Voltou ao gabinete de Patrícia em 01/04/2004, saindo de novo em janeiro de 2005. Salário: R$ 4,6 mil 8 - Jorge Roberto Teixeira Braga - Membro do Conselho Deliberativo do Flamengo Nomeado em 2001; é substituto eventual do assessor-chefe de gabinete da vereadora Patricia Amorim. Salário: R$ 10,1 mil 9 - Deborah Frochtengarten - Ex-nadadora e membro do Conselho Deliberativo do Flamengo Nomeada em janeiro de 2001; depois, rodou pela Câmara em gabinetes de outros vereadores e voltou a trabalhar com Patricia Amorim em janeiro de 2005. Salário: R$ 5,2 mil 10 - Arnaldo Szpiro - Diretor de Basquete e membro do Conselho Deliberativo do Flamengo Nomeado em janeiro de 2004, foi exonerado em novembro de 2005; voltou em junho de 2008 Salário: R$ 5,2 mil 11 - Eduardo Moraes de Carvalho - Diretor e assessor especial da presidência no Flamengo - É responsável pela arrecadação do clube Nomeado em fevereiro de 2007. Salário: R$ 5,2 mil 12 - Neide Nunes Pacheco de Mello - Parente do conselheiro do Flamengo Carlos Eduardo Pacheco de Mello Nomeada em fevereiro de 2007. Salário: R$ 10,1 mil 13 - Valeria Guedes Veneu - Esposa do supervisor de esportes olímpicos do Flamengo, Edson Terra Cunha Júnior Nomeada em junho de 2007. Salário: R$ 8,3 mil 14 - Edson Terra Cunha Junior - Supervisor de Esportes Olímpicos do Flamengo Nomeado em março de 2005 e exonerado em 01/08/2005, tendo sido renomeado no mesmo dia, ficando até 01/06/2007. Salário: R$ 8,3 mil 15 - Cinthia Griner - Membro do Conselho Deliberativo do Flamengo Nomeada em outubro de 2010 Salário: R$ 4,6 mil 16 - Felipe Guedes Gullo Nomeado em abril de 2010 Salário: R$ 7,1 mil 17 - Carlos Eduardo Nunes Pacheco de Mello - Membro do Conselho Deliberativo do Flamengo Nomeado em janeiro de 2001; em abril de 2002, passou a ser o substituto eventual do assessor-chefe do gabinete de Patricia; foi exonerado em 07/01/2003, indo, no mesmo dia, para o gabinete do vereador Romualdo Boaventura, no qual ficou até 01/02/2003. Quatro dias depois, foi nomeado no gabinete do Professor Gaspar, do qual saiu em outubro de 2003. Voltou a trabalhar com Patricia em abril de 2004 e foi exonerado em fevereiro de 2007. Salário: R$ 10,1 mil 18 - Marcia Veronica Apolonio de Mattos - Funcionária do Flamengo Nomeada em janeiro de 2001 e exonerada em março do mesmo ano. Salário: R$ 4,6 mil 19 - Bruno Mantuano Caravello - Ex-vice de finanças e membro do Conselho Deliberativo do Flamengo Nomeado em abril de 2004 e exonerado em janeiro de 2005. Salário: R$ 4,6 mil 20 - Bernardo Andrade Monteiro de Souza - Assessor de imprensa do Flamengo Foi assessor da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Prefeitura do Rio de Janeiro, em 2003, quando Patricia era a secretária da pasta. Foi nomeado para o gabinete de Patricia Amorim em abril de 2004 e saiu em janeiro de 2005; voltou em novembro do mesmo ano e ficou até julho de 2007. Salário: R$ 4,6 mil 21 - Cristina da Silveira Lobo - Ex-nadadora e funcionária do Flamengo Em 2003, fez parte da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Prefeitura, quando Patrícia era a secretária. Foi nomeada em janeiro de 2005 e exonerada em agosto de 2010. Salário: R$ 4,6 mil 22 - Izamilton Mota Gois - Presidente do Conselho Deliberativo do Flamengo em 2008 e 2009; atualmente é membro do Conselho Fiscal Nomeado em abril de 2004 e exonerado em janeiro de 2005. Salário: R$ 5,2 mil 23 - Jorge José Bichara - Foi subsecretário Especial de Assuntos Estratégicos da Prefeitura; atualmente é membro do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) Foi nomeado subsecretário da Subsecretaria Especial de Assuntos Estratégicos em janeiro de 2003, no mesmo dia em que Patrícia foi nomeada secretária. No dia seguinte, 02/01/2003, Patrícia o colocou como "ordenador de despesas" - responsável pelo orçamento da Secretaria. Três meses depois, em 07/03/2003), Patrícia autorizou Bichara e Bruno Mantuano Caravello - que foi para o gabinete em 2004 - a movimentarem a conta da Secretaria. Nomeado para o gabinete em janeiro de 2005 e exonerado em maio do mesmo ano. Salário: R$ 5,2 mil 24 - Silene Fernandes Castello Branco - Parente de Carmen Sylvia Castello Branco Fernandes, membro do Conselho Deliberativo do Flamengo Nomeada em setembro de 2007 e exonerada em agosto de 2008. Salário: R$ 7,1 mil 25 - Márcio de Menezes Duba Nomeado para o gabinete de Patrica Amorim em 01/08/2010 e exonerado em 01/11/2011; antes, já havia estado no gabinete do vereador Luiz Antonio Guaraná, entre 01/11/2008 e 01/01/2009. Por Gabriela Moreira e Lucio de Castro, do Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br http://espn.estadao.com.br/noticia/279277_saiba...-na-camara-do-rio .

3 comentários:

Fabio disse...

Carlfla boa tarde e SRN-Sempre...Pra ela (Paty) que se foda o Fla.IMPEACHEMENT JÁ nessa blenorragica e seus comandados assim como o seu marido Tricoflor

Emerson Maia disse...

Ola amigo Carlos eu fico triste ao saber disso Patricia foi uma decepção total pra mim eu torço para o candidato apoiado pelo Zico Willian ganhe as eleiçoes para Presidente do Clube ja que Zico não quer ser candidato no momento

Emerson Maia disse...

amigo Carlos eu ja mandei a coluna sobre a derrota do Flamengo contra o Inter