domingo

Falta qualidade dentro e fora de campo


Com o time que temos podemos pensar na conquista do heptacampeonato brasileiro? Essa é a pergunta que circula nas mentes de muitos torcedores, principalmente aqueles mais calculistas, amantes do futebol e, sobretudo fanáticos pelo Flamengo.

Do time que conseguiu o hexa, ano passado, jogadores de peso deixaram o clube, não sendo substituído à altura. O máximo que conseguimos (já com janela de transferência fechada) foi apostas e reforços desconhecidos, com exceção a Renato Abreu. Apesar de ser um jogador com qualidades e raça não é o ideal para substituir em termos de técnica, o Pet, nosso “cérebro”. Sem contar que ainda é muito cedo para fazermos uma analise, principalmente da parte técnica e física de Abreu, já que ele participou só de treinos e de alguns poucos jogos. Resta aguardarmos. Aguardar também é que nos resta fazer em relação aos dois ultimos reforços que chegaram.

Em relação ao resto, os desconhecidos continuam desconhecidos em relação à crônica esportiva e as apostas até agora está mais para duvida do que para certeza.

Além desses problemas que temos dentro de campo, fora dele às coisas talvez possa até ser pior. Se dentro de campo faltam jogadores com qualidade, fora falta gente com essa mesma qualidade mais alguma coisa. Refiro-me ao nosso técnico. Sem experiência e medroso, Rogério Lourenço é um dos piores técnico que eu já vi passar pelo Flamengo. E olha que já passou muitos caras ruim por lá. O coerente é sua substituição quanto antes. Porém Zico não vê assim. Será esse o profissional ideal para o sucesso do projeto do Galinho?

Alias o projeto de Zico ao longo prazo, não jogando para torcida, pode ser outro ponto que pode ser agravado durante o andamento do ano. Mas por que? Pois a maior parte da torcida interessa somente pelo resultado e de preferência o positivo. Poucos são aqueles que interessam além dos quatros linhas, imagina os que além do interesse, entendem como funciona a questão política do Flamengo, os bastidores da Gávea, o mercado do futebol, a parte financeira do clube e etc.

Para essa turma não importa se Zico vai ser bem sucedido nesses setores, se dentro de campo as coisas não evoluíram como do esperado, é como que nada. Por isso mesmo é essencial que as coisas caminhem juntas, em amorna e equilíbrio. O discurso do Zico condenado o “imediatismo” e defendendo um projeto ao longo prazo pode ser uma “armadilha”. É quase impossível desse projeto dar certo se as coisas não forem refletidas dentro de campo positivamente. E para isso acontecer, em alguns aspectos o “imediatismo” deve ser adotado.

Porém é um risco que o “Galinho” está disposto a enfrentar e ele sabe muito mais do que eu, que se os resultados não vierem à “Nação” vai esquecer por um momento o que ele fez pelo clube e pedir o fim do seu projeto, se brincar, até a sua demissão.

Portanto são paradigmas presentes no Flamengo de 2010. É claro que podemos ganhar o hepta, sem mesmo resolver esses “pepinos”, porém todos nós sabemos que com eles resolvido às chances serão maiores.

Ganharemos o hepta? É pergunta que deixo no ar para continuarem circulando na mente dos leitores do Flashow e da coluna do Sturt.

Abraços, saudações revolucionárias rubro-negras e bom início de semana para todos!

Email para a coluna: afsturtdasilva@yahoo.com.br

6 comentários:

AF STURT disse...

Depois de muito tempo estou de volta a fazer a coluna.Até podia esperar quinta,dia certo dela, para COLOCAR NO AR.mas como eu demorei muito tempo e não sei se até quinta estarei disponivel a fazer ela vai hoje mesmo.Até por que até quinta muita coisa pode acontecer,o que obrigaria eu mudar elementos da coluna.Se tiver tempo quinta faz mais uma!

SRRN!

Sturt

oPerna disse...

time para disputar eu até acho q temos, no limite mas temos, porem falta o imput.

SRN

Mel disse...

Temos uma carencia muito grande de jogadores, principalmente no ataque, mas não acredito que o time, sendo bem treinado e bem escalado, seja tão ruim quanto tem se apresentado.
Não consigo entender a paciencia que estão tendo com o Rogério... Com o Andrade não foi assim, considerando que o Andrade nos deu um título brasileiro...

SRN!

Carlfla disse...

A batata do Rogério Lourenço já queimou há muito tempo. O treinador em entrevista disse que as alterações foi uma tentativa, sim sabemos disso, mas toda vez tem colocar esses dois malas ruim pra caramba? Acho que esse “aprendiz de treinador” já deu o que tinha que dar. Durante todo o período, que ele está a frente do Mengão, não conseguiu em nenhum momento, colocar o time com um postura ofensiva. As mudanças são sem lógica, ou seja, o cara não tem nenhum conhecimento para “ler” uma partida de futebol.

Parabéns pela coluna Sturt!
SRN a todos,
Carlos

CorVo disse...

Concordo em número, gênero e grau! Projeto de longo prazo é complicado em time de massa, ainda mais com um técnico inexperiente! Se quer ter um projeto a longo prazo, tem que ter técnico competente!
abraço e srn!
depois passem no Fla6
http://fla6.blogspot.com/2010/08/sera.html

Jefferson Freire disse...

Sturt, realmente o que me preocupa no projeto do Zico é a paciência da torcida. Tem gente cornetando demais ele, e ele começou o trabalho aogra, mas já o cobram como se ele tivesse nascido no cargo de diretor executivo do CRF. Não houve tempo sequer para o "imediatismo".

Apenas uma coisa que eu tenho convicção de q o Zico está marcando bobeira que é manter o Rogério Lourenço.Se não há técnicos experientes, contrate menos experientes, mas que já mostraram um mínimo de competência.

Respondendo a sua pergunta, nossas ambições neste campeonato dependem muito da troca do treinador. Com RL não dá.