domingo

Mengão vence e briga pelo título


O sonho do hexa está mais vivo do que nunca graças aoa gols de Petkovic e Adriano. Com mais uma grande atuação no campeonato, o Flamengo venceu o Náutico por 2 a 0 no Estádio dos Aflitos e segue na briga pelo título do Brasileirão. Faltando três rodadas para o fim, o rubro-negro assume a vice-liderança, com 60 pontos, dois atrás do líder São Paulo (com 62), que briga pelo hepta. O resultado ainda ajudou o Fluminense, que luta contra o rebaixamento, pois afundou o timbu.

O jogo começou com o Náutico tentando ir para cima, empurrado pela torcida. Aos poucos, o Fla adiantou a marcação, chegando pela primeira vez com perigo aos 8 minutos, num chute de Adrinao, que passou a esquerda do gol de Gledson. A resposta do Timbu veio em seguida, com Bruno Mineiro, que arriscou de longe e aasustou Bruno.

Aos 16, numa linda jogada, Adriano rolou para Léo Moura, que chutou forte. Gledson defendeu e, no rebote, Petkovic mandou para o fundo do gol, fazendo 1 a 0 para o rubro-negro.

Três minutos depois, o Fla poderia ter ampliado com Zé Roberto, mas o goleiro do Náutico fez grande defesa após chute do meia. O jogo era muito corrido e logo depois numa descida rápipda, Carlinhos Bala desviou de cabeça e a bola tiro tinta da trave esquerda de Bruno.

Aos 26, Michel chutou, Bruno deu rebote e Cláudio Luiz empatou. O árbitro marcou impedimento. Logo em seguida, curiosamente, o juiz inovou e se reuniu com os assistentes numa espécie de "mesa redonda", dentro de campo, paralisando o jogo por cerca de cinco minutos.

Já nos acréscimos, aos 46, Léo Moura enfiou boa bola para Zé Roberto, que cruzou na medida para Adriano, que só teve o trabalho de escorar para fazer 2 a 0.

Precisando desesperadamente da vitória, o Náutico voltou para o segundo tempo querendo um gol logo no início. Patrick foi à linha de fundo e cruzou para Irênio, que chutou colocado e obrigou Bruno a fazer excelente defesa.

Em busca do gol, o Timbu dava espaços para o rubro-negro, que teve a chance de matar o jogo aos 14. invadiu a área e tocou na medida para Zé Roberto que, sem goleiro, chutou por cima do gol.

Aos 27, Juliano arriscou de longe, a bola saiu com muito efeito e Bruno teve que se esticar todo para defender. O Fla diminuiu um pouco o ritmo e procurava sair para o ataque apenas no contra-ataque. Aos 40, após cruzamento da direita, Tuta tentou de voleio e e a bola sobrou para Anderson Lessa que tocou de cabeça para o fundo da rede. O árbitro, acertadamente, marcou impedimento.

Já nos acréscimos, Léo Moura fez bom cruzamento para Adriano, que tocou para fora e perdeu a chance de fazer o terceiro. Mas, no final, não fez falta. O Fla segue vivo na briga pelo hexa e pega o Goiás na próxima rodada, no Maracnã. Todos os ingressos para o jogo já foram vendidos e o "Maior do Mundo" terá novamente um público de mais de 70 mil torcedores.

FS com ODOL

Nenhum comentário: