quarta-feira

Fla define premiação em caso de título ou vaga no G-4


Os jogadores do Flamengo não precisam se preocupar com as contas bancárias na reta decisiva do Brasileiro. O vice-presidente de futebol Marcos Braz já definiu qual será a premiação caso o time termine entre os quatro primeiros colocados. O ‘bicho’ terá uma inovação: em vez de valor fixo, será calculado num percentual em cima do que será pago pela CBF aos times do G-4: do total, 50% será dividido entre os atletas, 20% pela comissão técnica e o restante fica com o clube. Especula-se que o campeão brasileiro deverá receber da entidade algo em torno de R$ 5 milhões. Nas contas rubro-negras, então,a conquista renderia R$ 2,5 milhões para jogadores, R$ 1 milhão para comissão técnica e R$ 1,5 milhão para o clube.

“A premiação já está resolvida. Não fixamos um valor. Será um percentual em cima do que a CBF paga para o campeão, vice, terceiro e quarto lugares. A CBF estipula esse valor de acordo com sua arrecadação. Estamos tranquilos com essa situação. Assim, evitamos estresse em cima do dinheiro e não teremos que ficar preocupados, pois o pagamento é certo”, explica Marcos Braz, ressaltando que o percentual estipulado pelo clube não varia de acordo com a colocação final no Brasileirão.

O goleiro Bruno é o principal responsável pela discussão das premiações e, a princípio, não teria se oposto à ideia implantada pelo dirigente.

'Casadinha' será paga hoje

Marcos Braz garantiu que pagará hoje as duas premiações ‘casadinhas’(quando o time soma quatro ou seis pontos em duas partidas) que estão em atraso, num total de R$ 120 mil para ser dividido pelo grupo. Resta mais um ‘bicho’ para ser quitado, mas o vice de futebol afirma que ainda está dentro do prazo de pagamento.

O valor da ‘casadinha’ é considerado baixo perto de outros clubes. Segundo Bruno revelara na semana passada, jogadores do Atlético-MG, ex-clube do goleiro, receberiam R$ 10 mil cada um em caso de vitória sobre o Rubro-Negro.

Mas os jogadores não têm do reclamar, já que o pagamento, que fora abolido na Gávea, voltou à pauta nos últimos dois meses. Além disso, os salários estão em dia. Com a conta cheia, resta somar pontos.

FS com ODOL

Nenhum comentário: