quarta-feira

Artilheiro do Brasileirão, atacante Adriano diz estar com apenas 60% da forma ideal


Artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 10 gols, Adriano parece estar reencontrando o futebol que o levou a ser chamado de "Imperador". Porém, apesar de se sentir melhor a cada dia que passa, o atacante reconhece que ainda não está 100%.

"Estou bem perto daquilo que posso render dentro de campo. Acho que estou com 60% da minha forma ideal. Comecei fora de ritmo e agora é que estou começando a ter uma margem de crescimento, mas posso fazer muito mais. Mas tem que ter paciência, trabalhar bastante para que possa vir mais rápido", afirmou o camisa 10, em entrevista ao GloboEsporte.com.

O jogador sabe que ainda está acima do peso. Para ele, concentrar antes dos jogos o está ajudando no processo de retorno à boa forma.

"A concentração começa praticamente três dias antes da partida e me ajuda porque começo a me alimentar melhor e dou uma segurada. Nem estou preocupado com o peso porque é natural perder com os jogos. E sou um cara que adora treinar, sempre fico depois das atividades. Estou voltando", garante.

Envolvido em polêmicas relacionadas à assiduidade aos treinos, o Imperador diz ser vítima de boatos, mas admite que já cometeu atos de indisciplina.

Houve duas vezes em que realmente errei, não compareci aos treinos, mas nas outras duas ocasiões eu avisei. Admito o que faço de errado e escuto sempre. Só não vou aceitar quando colocam a coisa errada. Não é justo. Isso acaba queimando a pessoa. E para queimar a minha imagem tem que ser algo muito forte. As pessoas estão acostumadas comigo e sabem minha maneira de pensar."

Sobre a mudança no comando técnico da equipe, o Imperador diz que a entrada de Andrade foi benéfica para o grupo.

"Conheci pouco tempo o Cuca, mas acho que ninguém teve problema sério com ele. Com o Andrade a gente se sente melhor e o grupo aceitou com mais facilidade. Pessoa maravilhosa, que gosta de se comunicar. É legal para o grupo, que se sente mais à vontade para expressar suas opiniões", ponderou, garantindo que está feliz pela volta ao futebol brasileiro.

ODOL

Nenhum comentário: