quarta-feira

Fla-Flu: A primeira vez ninguém esquece


Clássico marca o primeiro confronto internacional oficial entre os rivais. Rubro-Negro leva vantagem em estreias contra o Tricolor

Mesmo com mais de cem anos de disputas e grandes jogos, o Fla-Flu ainda tem páginas em branco na sua História. E uma delas começa a ser preenchida nesta quarta-feira, às 21h50, quando as equipes se enfrentam pela Copa Sul-Americana, no Maracanã. Trata-se do primeiro confronto oficial internacional entre os rivais.

Até hoje, Fluminense e Flamengo já se encontraram em 22 competições diferentes . Duas delas, o Troféu Tereza Herrera e o Torneio Internacional do Rio de Janeiro, contavam com equipes estrangeiras – em ambas, o La Coruña (ESP) esteve presente –, mas eram consideradas competições amistosas. A partida desta quarta, então, já tem seu lugar garantido na memória de torcedores tricolores e rubro-negros, apesar de os principais personagens do confronto desconhecerem o ineditismo desta partida.

– Não sabia deste fato, mas ele só aumenta a importância do jogo. Quem jogar, de certa forma, vai ajudar a escrever um pouco da História do clube e desse confronto tão tradicional – disse o zagueiro David, do Flamengo.

Para o técnico Renato Gaúcho, o jogo será apenas mais um clássico.

– Já disputei Fla-Flus como jogador e técnico. Todos eles têm um gostinho especial. É um clássico muito charmoso, mas não sabia desse dado. Meu time vai encarar esse jogo como apenas mais um. Temos de viver o presente e ele se resume à Sul-Americana – definiu.

Nas 22 competições em que Flamengo e Fluminense já se encontraram, o Rubro-Negro leva ampla vantagem nas estreias. Foram dez vitórias do time da Gávea, sete empates e apenas cinco triunfos do Tricolor.

Para tentar mudar essa marca negativa, o técnico Renato Gaúcho conta com a estrela do jovem Alan, que costuma ter sorte diante do adversário desta noite. O atacante marcou no Campeonato Carioca deste ano e decidiu também o Estadual de Juniores do ano passado.

– Precisamos estar sempre preparados. Se o Renato optar por mim vou dar meu melhor para ajudar meus companheiros. Tenho boas lembranças do Flamengo e espero poder ter mais uma boa atuação. Quem sabe não faço outro gol? – disse Alan, que deve ser o único atacante do Fluminense em campo.

LN

Nenhum comentário: