quarta-feira

Mengão não quer sentir gostinho amargo



No desafio de tricampeões, Rubro-Negro pensa em esticar a festa com vaga na Copa do Brasil


No duelo entre tricampeões estaduais que trocarão faixas antes da partida, o Flamengo enfrenta o Fortaleza hoje, às 21h50, no Estádio Castelão, na tentativa de evitar que mais uma vez, poucos dias depois da conquista do Estadual, o time sofra com a ressaca do título e amargue decepções como em 2007 e 2008, quando o Rubro-Negro foi eliminado da Copa Libertadores pelo Defensor e América do México, respectivamente.

No Rio, o primeiro jogo pelas oitavas de final da Copa do Brasil, principal atalho para a Libertadores, terminou 0 a 0. Vitória simples ou empate com gols classifica o Flamengo. Em caso de repetição do placar, a decisão será nos pênaltis. “É muito mais difícil recuperar a tristeza de um vice do que dosar a euforia de um título. Não estava nessas outras ocasiões. O título é um ânimo a mais. Comemoramos bem, mas é hora de focar em novas conquistas. O Flamengo tem esse tabu de ser eliminado logo depois do Estadual, mas queremos superar mais esse desafio. O Estadual ficou para trás”, garantiu Cuca.

No ano passado, depois do título estadual, o Flamengo não espantou o clima de oba-oba e acabou derrotado por 3 a 0 para o América-MEX em pleno Maracanã, num dos maiores vexames da história do clube. Entre os jogadores parece que a eliminação serviu como aprendizado.

“Ainda estamos em clima de festa, mas chegou a hora da Copa do Brasil e, domingo, já começa o Brasileiro. Temos que separar tudo, pois a cobrança da torcida é grande e não podemos vacilar”, afirmou Íbson.

Com os jogadores visivelmente cansados, a delegação embarcou ontem pela manhã para Fortaleza onde foi recebida por cerca de 200 torcedores. À tarde, Cuca comandou um treino no Estádio Presidente Vargas. A pedido da Prefeitura de Fortaleza, o treino não foi liberado para os torcedores.

Juan, que seria julgado ontem ainda por conta da confusão com Maicosuel no primeiro jogo da decisão do Estadual, está liberado, já que o TJD adiou o julgamento.

BRUNO SERÁ O CAPITÃO

Como anunciara na segunda-feira, Cuca passou a faixa de capitão de Fábio Luciano para Bruno.

Sobre o time, na zaga a tendência é que Everton Silva entre na vaga de Fábio Luciano. Welinton também briga pela titularidade, mas o técnico não confirmou o time. No ataque, Emerson e Erick Flores devem ser titulares.

“O clima na cidade já é um prenúncio de que será uma grande partida. As duas equipes estão embaladas, já que conquistaram os títulos estaduais”, afirmou Cuca.

[O Dia]

Nenhum comentário: