quarta-feira

Flamengo conta com a inspiração da defesa



Rubro-Negro ainda não sofreu gol nesta Copa do Brasil


O ataque do Flamengo tem estado capenga, afinal de contas, são três jogos sem marcar. Mas lá na cozinha, os zagueiros têm segurado bem as pontas. São cinco jogos pela Copa do Brasil e nenhum gol sofrido. Se mantiver essa média nesta sexta, às 21h50, contra o Internacional, na pior das hipóteses, a vaga para a semifinal será decidida nos pênaltis.

Mas a missão, de fato, não é fácil. O time rubro-negro terá pela frente o ataque mais poderoso do futebol brasileiro em 2009 com impressionantes 85 gols marcados na temporada. O trio ofensivo formado por D'Alessandro, Nilmar e Taison tem tirado o sono de muitos torcedores do Flamengo. Só que a confiança em um jogador em especial traz certa tranquilidade: o goleiro Bruno.

O camisa 1 vive fase especial. Constantemente cotado para a Seleção Brasileira, Bruno é um dos grandes responsáveis com suas defesas pela boa fase que vive a defesa rubronegra. Querido por todos no grupo, Bruno mostra toda sua humildade ao comentar seu momento.

– Se estamos sem sofrer gols nessa Copa do Brasil é por mérito de todo o grupo. Afinal de contas, a marcação da nossa equipe começa com os atacantes e isso fortalece a defesa – afirmou o jogador ao LANCENET!.

Um dos motivos pela mudança de comportamento de Bruno é a faixa de capitão que ele ostenta desde a saída de Fábio Luciano. Quando definiu que o goleiro seria seu novo capitão, Cuca o chamou para uma conversa na qual mostrou toda confiança que tem nele. O treinador acredita ainda que a responsabilidade de Bruno fica maior:

– Ele passou a ser o grande exemplo dentro e fora de campo. Ele passa a ter responsabilidades como chegar no horário e conduzir o diálogo entre grupo, comissão técnica e diretoria e está pronto para isso.

Bruno garante que não há problemas em ser esse exemplo e diz ter aprendido muito com o ex-zagueiro Fábio Luciano:

- É uma honra. Fico feliz pela confiança do Cuca e da diretoria.

Defesa em alta

5 jogos de invencibilidade - A defesa do Flamengo na Copa do Brasil ainda não levou gols. Passar cinco partidas sem sofrer gols na competição não é um fato comum. Isso aconteceu com apenas outros quatro times: Grêmio em 1989 (que foi sofrer gols justamente do Fla), Goiás e Atlético Mineiro em 1990 e Paraná em 1995.

6 jogos de invencibilidade - Os clubes que mais passaram tempo com a defesa invicta na Copa do Brasil foram Criciúma e Fortaleza. O Fla pode igualar a marca hoje. O Tigre atingiu o feito em 1991, ano em que sagrou-se campeão e era treinado por Felipão. O clube cearense obteve o recorde em 2001, ano em que eliminou o Inter. Bons indícios para o Flamengo.

Ataque em baixa

Três jogos sem marcar - O Flamengo não faz sequer um gol há 288 minutos. O último a marcar foi o atacante Emerson, na vitória por 3 a 0 sobre o Fortaleza, no Castelão. Depois disso, a equipe passou em branco contra Cruzeiro e Avaí pelo Campeonato Brasileiro, e Internacional no último jogo, pela Copa do Brasil.

Atacantes em jejum - Desde que Emerson estreou pelo Flamengo já se passaram 11 jogos. Neste período, o próprio Emerson foi o único atacante a fazer gol (fez três). Obina ainda não marcou nesta temporada. Josiel, que é o artilheiro do time em 2009, com 11, não faz gol desde março, assim como Zé Roberto. O argentino Maxi tem apenas um gol no ano.

[Lance]

Nenhum comentário: