domingo

Dia de festa e choro



Se o Fla for tricampeão, o Bota fica com o trivice. Se der Fogão, Cuca será trivice


Pelo terceiro ano consecutivo, Flamengo e Botafogo decidem o título estadual, hoje, às 16h, no Maracanã. O Rubro-Negro luta pelo tricampeonato, que seria o quinto da sua história e o primeiro título na carreira de Cuca. O Alvinegro quer acabar com a síndrome de vice-campeão, já que perdeu as duas decisões justamente quando Cuca era seu treinador.

O Flamengo conta com a força da torcida, que no primeiro jogo da decisão lançou o novo hit das arquibancadas, o ‘Cadê você?’, música que ironiza a pouca presença de alvinegros nos estádios. Mas só isso não basta. “Temos que aliar tática, posse de bola e boas finalizações. Isso e mais a nossa torcida fantástica podem nos levar ao título”, afirmou Cuca.

E não será surpresa se o Maracanã estiver novamente tomado pelo vermelho e preto hoje. A confiança alvinegra foi abalada com os desfalques de Maicosuel e Reinaldo, que ontem voltou a sentir dores no tornozelo e foi vetado. Na vaga do primeiro joga Eduardo. Para o lugar do camisa 7 segue o mistério: o volante Túlio Souza ou o atacante Diego.

“Não podemos lamentar a ausência. O jogador quando entra em campo não pensa em quem vai jogar. O Botafogo tem condições de fazer uma boa partida mesmo sem ele”, afirma Ney Franco.

Na Gávea, o sentimento é de otimismo e a torcida compareceu em peso para prestigiar o último treino antes da final. O capitão Fábio Luciano ouviu mais uma vez os apelos para adiar sua aposentadoria e até recebeu uma bandeira. A iniciativa só tropeçou na ortografia e o “sherife” escrito no ‘presente’ arrancou boas gargalhadas na arquibancada.

Caso o jogo termine empatado, a decisão será nos pênaltis. O goleiro Bruno foi um dos destaques, tanto nas cobranças como nas defesas. A preocupação é com o baixo poder de fogo dos atacantes, que não balançam a rede há quatro jogos. “Apenas 1 a 0 basta para sermos campeões. Estamos preparados”, destaca Cuca.

O técnico afirma que Flamengo e Botafogo são os times com maior rivalidade no momento. “Um dia foi Fla-Flu, outro Flamengo e Vasco. Mas, como as duas equipes estão sempre decidindo, a rivalidade aumentou”, disse Cuca.

O Botafogo passou a semana concentrado e treinando em Saquarema. Nem mesmo os desfalques tiram a paz do comandante. “Temos que focar na decisão, esquecer os problemas e lutar pelo título”, afirmou Ney Franco, que, como treinador, nunca venceu o Flamengo: “Isso não me afeta, uma hora, vou ganhar do Flamengo. E que seja agora, na final do campeonato estadual”.

No duelo de técnicos, Ney Franco sonha com ao título e Cuca quer conquistar a primeira taça como treinador. Na festa das torcidas, resta saber qual será o hit das arquibancadas: ‘Vice é o Cuca’ ou ‘Vice é o Ney Franco’.

[O Dia]

Nenhum comentário: