sexta-feira

Futebol arte é paixão


Para aqueles que acham que marketing ou "ídolo-celebridade" é mais importante que títulos ou até mesmo que ídolos-torcedores, ás últimas pesquisas comprovam a superioridade da segunda sobre a primeira.


Refiro as pesquisas feitas pelo Instituto "DataFolha" divulgadas nesse inicio de 2010. O Flamengo, atual campeão brasileiro de futebol, cresceu em quase todos os níveis: No geral, em seu estado e cidade, em todas as cinco regiões do país e também no ranking de escolaridade e renda familiar.

O Clube só não manteve a popularidade da torcida, como aumentou ela, e ainda, em alguns casos retomou a liderança, como no quesito "famílias com poder aquisitivo médio" onde perdia para o segundo colocado.

Ou seja, é mais importante e mais proveitoso ser Hexa campeão brasileiro do que ter um monte de "jogadores-celebridades" com espaço na mídia, vendendo produtos para ter altas cotas de patrocínio. Porém não é que isso seja descartado em termos de utilidade, mas não podem ser considerados prioritários.

Ainda defendo encarar o futebol como "tradição-paixão" e não como um mero balcão de negócios. Tenho saudades do "futebol-arte" do Flamengo nos anos 80 que encantou multidões. E nenhuma simpatia por esse futebol globalizado do século XXI!

Abraços, saudações revolucionárias rubro-negras e bom final de semana para todos!

Email para a coluna: afsturtdasilva@yahoo.com.br

4 comentários:

Anônimo disse...

Eu também penso assim!

SRN!

EMERSON disse...

Concordo Stuart vc ta certo falta amor a camisa dos jogadores hoje parabens

Claudio Henrique disse...

Infelizmente os tempos mudaram, o mundo é capitalista, fazer o que né?

Abraços

Jefferson freire disse...

Sturt, com o Flamengo não há regra, não há teoria certa. Nem precisava do Hexa, tanto que mantivemos nossa ampla liderança à frente das demais torcidas, mesmo ficando 17 anos sem título brasileiro.

O Flamengo não se explica, se vivencia, se admira e se inveja.

SRN