domingo

Apesar do tropeço, segue a fé no título


Jogadores lamentam chance perdida de assumir a liderança, mas garantem que ninguém vai se entregar ainda

Pela primeira vez desde que arrancou no Campeonato Brasileiro, o Flamengo dependia apenas de suas próprias forças para conquistar a tão sonhada liderança. No entanto, os rubro-negros pararam diante de um Goiás bem postado e cheio de vontade em campo. Após o empate sem gols no Maracanã, o goleiro Bruno fez questão de ressaltar a garra mostrada pelo time, que acabou parando na boa marcação do rival e nas defesas de Harlei.

“Acho que nós jogamos com uma grande equipe, que, apesar de não estar brigando por muita coisa no campeonato, é experiente e tem jogadores de qualidade. Lutamos e nos entregamos, mas nem sempre as coisas acontecem. A equipe foi guerreira, tenho certeza de que tem muito coisa ainda boa guardada para a gente”, afirmou o capitão rubro-negro.

Mesmo se mantendo na segunda colocação, o zagueiro Ronaldo Angelim não escondeu a decepção de não ter conseguido passar pelo Goiás diante de um Maracanã lotado. “A gente sai frustrado, o torcedor também, que compareceu em grande número. Mas a competição não acabou”, disse.

Para o meia Zé Roberto, resta ao Flamengo esperar que, na próxima rodada, a equipe go Goiás, comandada pelo técnico Helio dos Anjos, repita a boa atuação diante do São Paulo, no Serra Dourada, que, apesar da derrota para o Botafogo, se manteve na liderança do Brasileirão com um ponto à frente do Flamengo.

“ Não faltou luta nem disposição. Agora é torcer para o Goiás correr contra o São Paulo o que correu contra a gente. Eles jogaram no nosso erro e nós não fomos bem tecnicamente”, comentou Zé Roberto.

FS com ODOL

Nenhum comentário: