quinta-feira

Flamengo justifica venda antecipada de Cristian para limpar dívidas


Kleber Leite alega que precisava de R$ 1,5 mi para resolver sérios problemas com sete jogadores do elenco

O ex-vice de futebol do Flamengo, Kleber Leite, explicou no início da tarde desta quarta-feira a venda de 33,3% dos direitos econômicos de Cristian a um grupo de investidores – e não ao Corinthians – pouco antes de o clube paulista negociar o jogador para o Fenerbahçe. O ex-dirigente revelou que problemas seríssimos financeiros forçaram a operação.

O Rubro-Negro tinha duas opções: ficar com R$ 3 milhões na mão ou esperar até, no mínimo, 2011 para ter R$ 6,3 milhões. No acordo com os turcos, o Corinthians receberá o valor dividido em três parcelas. Os dirigentes pretendiam pagar o que os cariocas tinham direito somente no último ano. Como tinha débitos de luvas contratuais com sete jogadores do elenco no valor de quase R$ 1,5 milhão, o Fla partiu ao mercado em busca de dinheiro rápido.

- Tínhamos problemas que causavam mal-estar com os seguintes jogadores: Bruno, Everton, Fabrício, Adriano, Fierro, Léo Moura e Aírton. Por isso, me reuni com o presidente (Delair Dumbrosck) e o vice de finanças (Sebastião Pedrazzi) para colocar dois produtos no mercado. Os 33% do Cristian e o os 10% do Renato Augusto. Só tivemos sucesso no primeiro e vendemos por R$ 1,5 milhão mais 50% do lucro de uma futura venda e o pagamento da dívida do Corinthians conosco, de cerca de R$ 330 mil – explicou Kleber Leite.

Errata: Fla teria deixado de lucrar R$ 1 milhão em vez de R$ 3 milhões
A operação foi concluída e o Flamengo recebeu imediatamente R$ 1,5 milhão dos investidores. Após a transferência para o Fenerbahçe por R$ 13 milhões (€ 5 milhões), o clube teria direito a R$ 4,4 milhões. A quantia que o Fla deixará de receber, portanto, será de R$ 1 milhão, e não de R$ 3 millhões como informado anteriormente pelo GLOBOESPORTE.COM. A diferença se dá porque o Corinthians não divulgou oficialmente o valor da venda de Cristian, mas a negociação, extraoficialmente, teria sido de R$ 18,2 milhões (€ 7 milhões)

- Os investidores vão nos dar mais R$ 1,4 milhão, que corresponde a 50% do lucro deles e mais R$ 330 mil da dívida antiga do Corinthians. No total, o Flamengo receberá R$ 3.349.165,00. Foi uma absoluta necessidade de limpar nossas dívidas. Um movimento de mercado – disse o dirigente, que deixou a diretoria na última sexta-feira.

Em matéria divulgada no jornal “Lance!”, o presidente em exercício Delair Dumbrosck, adversário político de Kleber, ironizou e pediu para o ex-vice de futebol explicar a transação.

- Eu não iria falar sobre isso, mas como ninguém se manifestou resolvi explicar. Todos no clube eram sabedores disso e aprovaram. Até porque um vice-presidente de futebol no Flamengo não manda nada. Tudo tem de ter a assinatura do presidente. E assim foi feito – afimou Kleber Leite.

GE

Nenhum comentário: