domingo

Estreia logo, Imperador!



Flamengo vai para o seu terceiro jogo sem marcar e torcida clama por Adriano a cada gol perdido


Mais um jogo sem marcar, o terceiro seguido, e a torcida do Flamengo perdeu a paciência, em definitivo, com os atacantes do time. Contra o Avaí, ontem, dia 16 de maio, novo empate sem gols e a cada chance desperdiçada os torcedores clamavam por Adriano, que teve seu nome gritado em diversos momentos da partida no Maracanã.

Porém, a torcida terá que esperar mais um pouco para ver o Imperador em campo com a camisa rubro-negra. Encerrando os exames médicos e treinando junto com os demais companheiros a partir desta segunda-feira, dia 18, o atacante só deve fazer sua estreia na quarta rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Atlético/PR, no próximo dia 30.

A impaciência da torcida com os atacantes tem todo o sentindo. O ataque é o setor mais criticado do Flamengo desde o início da temporada. Cada jogador escalado pelo técnico Cuca entra em campo sob desconfiança dos torcedores, e olha que já foram muitos somente em 2009: Obina, Josiel, Emerson, Paulo Sérgio, Maxi, Everton e outros que atuaram improvisados, como Zé Roberto e Erick Flores.

Sem encontrar os jogadores ideais, o treinador vai testando, mas a paciência da torcida já se esgotou. Contra o Avaí, o Rubro-negro chegou ao seu terceiro jogo sem marcar. Antes já havia passado em branco contra Cruzeiro, na estreia do Brasileirão, e contra o Internacional na última quarta-feira, dia 13, pela Copa do Brasil.

Diante dos catarinenses, Everton e Josiel começaram jogando e foram substituídos no segundo tempo por Maxi e Alex Cruz, que também tiveram que enfrentar a ira da torcida. Para o próximo confronto, novamente contra o Internacional, Cuca ainda não definiu quem será titular e pode novamente optar por Obina, que não jogou neste final de semana para ficar treinando fundamento na Gávea ao lado de Zé Roberto.

Pelo Brasileiro, o próximo compromisso do Flamengo será contra o Santo André, no ABC Paulista, no domingo, às 18h30.

[JD]

Nenhum comentário: