domingo

Cheio de desfalques, Fla enfrenta o embalado Avaí


Na Ilha da Magia, o técnico Andrade vai precisar de novos truques para tentar surpreender o embalado Avaí hoje, às 18h30, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis. Com um time cheio de desfalques e com o cargo a perigo, o treinador rubro-negro sabe que precisa de uma vitória para reabilitar a equipe na competição, além de acalmar o ambiente sempre conturbado no clube — principalmente com o G-4 cada vez mais longe e a zona da degola se aproximando.

Por enquanto, o Flamengo ainda ocupa a 12ª colocação, com 27 pontos, mas a pressão da ‘Nação’ sobre a equipe é enorme após derrotas consecutivas para Grêmio e Cruzeiro.

A campanha ruim junta no mesmo saco os antigos ídolos e a garotada das divisões de base — muitos estarão em campo hoje. Torcida e diretoria cobram resultados e ainda exigem o título.

Na marca do pênalti, o sempre ídolo Andrade sabe que uma derrota hoje pode ser fatal para sua exoneração do cargo de técnico. “Flamengo é sempre assim. Ninguém quer saber se a gente tem vários desfalques ou se estamos precisando apelar para garotos que deveriam entrar aos poucos. É pressão o tempo todo por vitórias. E todos têm consciência disso, desde a base”, afirmou o ex- jogador, também formado nas divisões de base do clube.

Andrade terá de costurar uma colcha de retalhos para montar a equipe. Nada menos do que oito titulares desfalcam o time: os machucados Juan, Leonardo Moura, Toró, Petkovic, Kléberson e Emerson além de David e Aírton, suspensos. Andrade está em dúvida entre Camacho e Zé Roberto no meio-campo. No ataque, Denis Marques formará dupla com Adriano.

Outro ídolo contestado é o goleiro Bruno, principal alvo das vaias da torcida no jogo contra o Cruzeiro. O camisa 1 rubro-negro, que admite até deixar a Gávea, vai ter mais uma chance de mostrar que o clube ainda precisa muito de seus serviços.

O Avaí, adversário de hoje, tem sido um osso duro de roer na competição e não conhece a derrota há dez jogos.

ODOL

Nenhum comentário: