domingo

'Cascudo', Adriano garante vitória do Flamengo sobre o Corinthians


Atacante dribla própria penitência e faz gol da vitória rubro-negra por 1 a 0, no Maracanã

Dentre os hábitos de Adriano está lamentar cada chance perdida com cascudos. Neste domingo, ele distribuiu socos contra a própria cabeça em diversas ocasiões. Mas no fim as penitências deram resultado e o atacante saiu como herói da vitória do Flamengo por 1 a 0 sobre o Corinthians, no Maracanã.

O décimo gol no Campeonato Brasileiro deixa o Imperador na artilharia. E a vitória no duelo das maiores torcidas do país, na 18ª rodada, leva o Rubro-Negro aos 27 pontos e, pelo menos até o fim dos jogos das 18h30m, na sétima posição.
Desfigurado pela janela de transferências e por contusões, o Corinthians completa o quinto jogo sem vitória e cai para a décima posição, com 25 pontos.

Apesar do desfalque do aguardado Ronaldo, que está com a mão fraturada, a torcida rubro-negra compareceu em bom número ao estádio. Foram mais de 49 mil presentes e muito deboche ao atacante corintiano. No fim, surgiu a faixa: Fenômeno é o tamanho da nação.

O próximo compromisso do Flamengo no Brasileiro será no domingo contra o Grêmio, no estádio Olímpico. Mas antes, na quarta-feira, a equipe inicia a caminhada na Copa Sul-Americana contra o Fluminense.

Fora da competição internacional, o Corinthians terá a "semana cheia" e descansa para enfrentar o Atlético-MG, domingo, no Pacaembu.

Fla domina, mas não marca

Situação rara nos últimos anos, o Flamengo entrou em campo com dois atacantes e um apoiador. A aposta era no poder de decisão do trio Petkovic, Emerson e Adriano. Logo aos três minutos, o Imperador recebeu na área de Kleberson, cortou para a esquerda e bateu cruzado. Emerson se esticou, mas a bola foi para fora.

O mesmo Adriano teve outra chance aos 13, mas o chute saiu fraco e à direita do gol de Felipe. Desfalcado de cinco titulares, o Corinthians demorou a se encontrar. Aos 17, Chicão cobrou falta frontal e Bruno saltou para defender sem dar rebote. Mas aos 20, o goleiro rubro-negro precisou das pernas para salvar o chute de Dentinho. Na sobra, Edu carimbou a zaga.

Apesar de algumas tentativas, o Flamengo teve dificuldades para criar por causa da boa marcação individual de Jucilei em Pet. Por isso coube a Emerson servir Adriano aos 35. Mas o atacante cabeceou por cima do travessão e perdeu uma chance clara.

Adriano dribla tarde ruim e vira herói

A tarde não parecia de Adriano. Aos dois minutos do segundo tempo, Willians fez ótima jogada pela esquerda, cruzou e bastava o Imperador encostar o pé direito na bola para abrir o placar. Mas em vez de a bola, quem parou nas redes foi o atacante. Ele olhou para o alto e pediu inspiração.

Aos 12 minutos, o desejo virou ordem. Kleberson bateu rasteiro, a bola desviou e sobrou para Adriano bater de virada e acertar o canto esquerdo de Felipe: 1 a 0.

Apesar da desvantagem no placar, o Corinthians não se lançou à frente e tampouco incomodou. A chance seguinte foi de Adriano, aos 25. Kleberson cruzou da direita, o centroavante cabeceou e errou o alvo por pouco.

A resposta veio aos 29. Henrique pegou de primeira, de fora da área, e a bola foi à esquerda da baliza de Bruno. Em arrancada de Adriano, aos 33, Felipe teve de se esticar para impedir o gol.

Na parte final do jogo, o Timão ensaiou uma pressão, enquanto o time carioca buscou contra-ataques. Mas o placar permaneceu inalterado.

Ficha técnica:
FLAMENGO 1 x 0 CORINTHIANS

Bruno; David, Aírton e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Willians, Kleberson, Petkovic )Zé Roberto) e Everton (Fierro); Emerson (Camacho) e Adriano.
Técnico: Andrade.

Felipe; Diogo (Marcelinho), Chicão, William e Bruno Bertucci; Jucilei, Moradei (Boquita), Edu, Elias; Bill e Dentinho (Henrique).
Técnico: Mano Menezes.

Gols: Adriano, aos 12 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: David, Petkovic, Léo Moura (Flamengo)
Estádio: Maracanã. Data: 09/08/2009. Árbitro: Evandro Rogerio Roman. Auxiliares: Marco Antônio Martins (SC) e Altemir Hausmann (RS). Público: 47.068 pagantes (49.688 presentes). Renda: R$ 865.270,00

GE

Nenhum comentário: