domingo

Avaí e Flamengo se enfrentam em Floripa com papéis invertidos


Time da casa, há dez jogos invicto, é favorito contra o gigante rubro-negro

Quem diria que, um dia, mais precisamente hoje, às 18h30, na Ressacada, Avaí e Flamengo se enfrentariam nas condições atuais. Recém-promovido à Série A, o time dirigido por Silas está invicto há dez partidas e tornou-se a sensação do Brasileirão. Já o rival, gigante em história, está em má fase e não contará com nove jogadores.

A diferença entre ambos na tabela nem é tão grande. O clube catarinense tem 31 pontos, em oitavo lugar, enquanto o Rubro-Negro caiu para 12º, com 27, depois das duas últimas derrotas. Mesmo assim, em termos de motivação e confiança, o Avaí já sai na frente.

EM TIME QUE ESTÁ GANHANDO...

Para manter a sequência, o time que parou o Atlético Mineiro, em Belo Horizonte, será mantido contra o Flamengo: três zagueiros e apenas um atacante. Decisão fácil para o técnico Silas, já que o elenco não perdeu nenhum jogador por lesão ou suspensão.

O meia Marquinhos, que não teve boa atuação contra o Galo, fará sua partida de número de 151 com a camisa do Avaí. Com passagem pelo Flamengo, o camisa 10 promete jogar até no gol para ajudar o time catarinense a sair com mais uma vitória.

- Tecnicamente, às vezes, não vou estar bem, mas sempre vou lutar e correr bastante. Até se me botarem no gol vou defender o Avai, fui contratado para isso - afirmou o capitão ao Portal Clicrbs.

REMENDAR É PRECISO

Em clima de guerra com a torcida, o Flamengo viajou para Florianópolis com o objetivo de buscar três pontos preciosos que o levariam de volta à briga pela vaga na Libertadores. Vaiado, o goleiro Bruno deve ser um dos únicos titulares em condições de jogo. Isso porque Andrade deve ter nada menos do que dez baixas para montar o time que enfrenta o Avaí.

Além de Léo Moura, Juan, Toró, Kleberson e Petkovic, já afastados por lesão, David e Aírton estão suspensos, e Fabrício e Emerson estão vetados. Everton fará de teste antes do jogo. Jovens como Lenon, Jorbison e Rômulo, que fará sua "reestreia", vão pintar entre os titulares.

Rômulo, aliás, vibrou por ter sido lembrado novamente depois de quase um ano e meio afastado do Rubro-Negro e há cinco meses sem entrar em campo - a última vez foi pelo Figueirense, em março. Ele será o "vovô" dos garotos, com 22 anos.

- Nunca pensei em desistir. Pus na cabeça que todo jogador tem altos e baixos na carreira e que precisava provar meu valor onde quer que fosse para lutar por uma chance em um clube grande outra vez. Apesar de que minha experiência no Paraná foi muito boa - lembrou Rômulo, que não vê razão para não acreditar na vitória.

- É claro que será um jogo difícil, não é à toa que o Avaí está invicto há tanto tempo. Mas o Flamengo tem de se impor, nós somos maiores que eles e acreditamos em nós mesmos. No grupo, não há vaidade, o relacionamento é o melhor possível. Isso vai nos ajudar a sair dessa maré ruim - cravou.

Andrade não sabe se põe Maxi ou Denis Marques na vaga do Sheik - o segundo leva vantagem. Mas mesmo com tantos problemas e dúvidas, crê na superação.

- A fase é difícil. Eu tenho conversado mais com o departamento médico do que com os próprios jogadores. Isso preocupa muito. Além dos problemas, estamos vindo de duas derrotas. Mas estou muito confiante também no grupo que vai viajar - afirmou o treinador.

FICHA TÉCNICA:
AVAÍ X FLAMENGO

Estádio: Ressacada, Florianópolis (SC)
Data/hora: 22/8/2009 - 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Nilson de Souza Monção (SP) e Vicente Romano Neto (SP)

AVAÍ: Eduardo Martini, Augusto, Rafael, Emerson; Luis Ricardo, Marcus Winícius, Léo Gago, Marquinhos, Muriqui, Eltinho; William - Técnico: Silas

FLAMENGO: Bruno, Welinton, Rômulo e Ronaldo Angelim; Everton Silva, Willians, Lenon, Fierro e Everton (Jorbison); Denis Marques (Maxi) e Adriano - Técnico: Andrade.

LN

Nenhum comentário: