sexta-feira

Adriano lamenta vários desfalques


Atacante diz que o Flamengo não tem conseguido repetir a mesma equipe no Brasileiro

Sempre sereno em suas entrevistas, o atacante Adriano demonstrou mais uma vez que, mesmo na derrota, como foi na noite de ontem, diante do Cruzeiro, não irá perder a tranquilidade. O Imperador assumiu a responsabilidade pela derrota por 2 a 1 e a dividiu com os outros jogadores mais experientes, citando o goleiro Bruno e o atacante Emerson, que também estiveram em campo. Ele ainda ressaltou o problema de não conseguir repetir a mesma escalação em seguidos jogos.

“Com certeza, não só eu como toda a equipe (não fez um bom jogo), e claro que tenho responsabilidade maior, porque muitos que estavam em campo hoje são mais novos. Os maiores responsáveis são os mais velhos, como eu, o Emerson, o Bruno e o Léo Moura. Se hoje não for critico comigo mesmo, estaria errado. Como gosto sempre de me cobrar, hoje digo que não fui bem. Infelizmente hoje deixamos a desejar”, disse Adriano.

O camisa 9 do Flamengo disse que o objetivo ainda é chegar ao grupo dos quatro primeiros colocados, e que por conta disso é preciso ficar preocupado, mas não nervoso. “A gente tem o objetivo de chegar ao G-4, mas precisamos de resultados. Temos que conquistar o mais rápido a vitória. Acho que não tem nervosismo, mas temos que estar preocupados. Temos que trabalhar forte agora, apesar do pouco tempo de treino, já que estamos sempre jogando”, ressaltou o atacante rubro-negro, que comentou os diversos desfalques.

“Viemos de duas derrotas, mas acho que temos que olhar pelo outro lado também. As pessoas que conhecem futebol e são inteligentes, sabem que o Flamengo é o único que não vem jogando com a mesma equipe regularmente, perdemos dois jogadores muito importantes, como o Kleberson e o Toró. O Léo (Moura) não jogou e o Willians também não. Se eles estivessem em campo, a partida poderia ter sido diferente. A gente está sempre trocando de time, dificulta pra todo mundo, pra comissão técnica e jogadores”, concluiu.

JD

Nenhum comentário: