quinta-feira

Olympikus faz uniformes, paga salários e contrata jogadores



Mais do que fornecedora de material esportivo nos próximos seis anos, a Olympikus, que apresentou os novos uniformes ontem, na Gávea, pode ser considerada a ‘paitrocinadora’ do Flamengo. Além de 21 milhões por ano, mais R$ 3 milhões durante três meses para estampar Olympikus Tube na camisa enquanto o clube não consegue novo patrocinador, a empresa atuou na contratação de Adriano e no pagamento dos salários apenas para ajudar o Rubro-Negro.

O Imperador, que usará o número 9, não pode ser utilizado como garoto-propaganda, pois tem contrato com a Nike até 2011, e ontem, ao contrário dos demais jogadores, foi o único que desfilou com as chuteiras do seu patrocinador.
O único vínculo entre Olympikus e Adriano é pelo fato de o jogador ser atleta do Flamengo e, naturalmente, ter sua imagem ligada à empresa devido ao uniforme. “Pagamos o Adriano para ajudar o Flamengo. Ele tem contrato com a Nike, não podemos fazer nenhuma ação de marketing específica com ele. A camisa de jogo é nossa ligação”, esclareceu Tullio Formicola, diretor de marketing esportivo do grupo Vulcabras/Azaleia, que detém a marca Olympikus.

Ontem, Adriano desfilou na passarela com sua Nike Mercurial, que vai de encontro com a linha de tênis Olympikus Tube, que estampará a camisa nos próximos três meses.

Com o fim do contrato do Rubro-Negro com a Nike, um imenso outdoor de Adriano com a camisa do Flamengo em comercial da empresa foi retirado de um prédio próximo à sede da Gávea. “Não damos detalhes do contrato”, afirma David Grinberg, gerente de comunicação da Nike.

Presidente em exercício, Delair Dumbrosck exaltou a nova fornecedora. “O casamento com a Nike foi encerrado. Começamos uma nova era. Queremos que a Olympikus venda muitas camisas para dobramos os valores do patrocínio”, afirmou Delair.

Adriano vestiu a camisa 9. A fornecedora espera que, mesmo sem ação específica, a imagem sirva para vender, mesmo que o Imperador não seja Olympikus dos pés à cabeça.

[O Dia]

Nenhum comentário: