sábado

Fla vence Vitória e continua invicto no Engenhão



Time da Gavéa faz 2 a 1 e encosta nos líderes do Brasileiro


O Flamengo provou neste sábado que o Engenhão, realmente dá sorte para ele. O time da Gávea venceu o Vitória por 2 a 1, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, em uma partida que pode ficar marcada como a despedida do meia Ibson. Os gols do jogo foram marcados por Juan e Emerson pelos cariocas. Roger descontou para os baianos.

Com a vitória, o rubro-negro carioca chegou aos 14 pontos na competição. Já o Vitória, permaneceu com 16 pontos ganhos, em nove jogos realizados.

Quando a partida começou, os flamenguistas presentes ao estádio chegaram até a acreditar que seria uma longa noite, já que o time baiano começou o jogo tomando a iniciativa. Tanto, que logo aos quatro minutos, Apodi passou com facilidade por Juan e recebeu uma falta na entrada da área. Leandro Dominguez cobrou bem e a bola explodiu na trave. Mas com o tempo, o time da Gávea foi envolvendo o adversário e trocando bons passes. O técnico Cuca conseguiu anular a principal força do Vitória, que são os lançamentos na vertical para o atacante Roger.

Não demorou muito para o domínio do time da casa se transformar em gol. Aos 18 minutos, Adriano recebeu a bola sozinho dentro da área, após boa trama do ataque do Fla, e marcou o gol. Porém, equivocadamente, a arbitragem anulou, alegando que o Imperador estava impedido.

O duelo entre Apodi e Juan chamou a atenção durante todo o primeiro tempo. Já que ambos alternaram grandes jogadas e erros inacreditáveis. Não demorou muito para a torcida do Flamengo, em muito maior número, começar a pegar no pé de seu lateral. Aos 25 minutos o jogador errou um passe e começou a ser vaiado. No minuto seguinte, porém, ele recebeu um lançamento magnífico de Kléberson - que retornava a equipe após ser campeão da Copa das Confederações, pela Seleção Brasileira - dominou na área e abriu o placar para o Flamengo, com um belo chute no contrapé de Viafara. Juan foi abraçado por seus companheiros, mas não quis comemorar com a torcida. Após o gol, o Flamengo continuou dominando, mas não conseguiu voltar a ameaçar o goleiro do Vitória.

O segundo tempo começou com o meia Ibson dando um susto nos torcedores do Flamengo, aos deixar o gramado com fortes dores na cabeça, mas logo depois, o jogador se recuperou e voltou a campo. Este jogo deve ter sido o último do meia pelo Flamengo, já que seu contrato de empréstimo acaba neste domingo, e dificilmente os dirigentes cariocas consiguirão comprá-lo do Porto, de Portugal.

Aos poucos, os espaços, que anteriormente estava ocupado pelo sitema defensivo do Flamengo, começou a aprecer, e com isso o Vitória voltou para a partida. Apodi, que continuava seu duelo particular com Juan, arrancou pela direita, aos 16 minutos, e cruzou na medida para Roger. O atacante subiu mais do que os zagueiros do Fla e empatou a partida. O gol fez com que Cuca desse fim ao duelo entre apodi e Juan, tirando o lateral da Gávea do jogo. No lugar dele, entrou Zé Roberto.

Ou a estranha substituição de Cuca deu certo, ou o Flamengo acordou após o gol. O certo é que o time da casa melhorou e começou a pressionar o time baiano. Aos 22 minutos, Zé Roberto fez boa jogada e tocou para Emerson fazer o segundo gol do Fla na partida, com um belo chute, sem chance de defesa para Viafara.

Dez minutos após o gol, Ibson teve a chance de sair do Flamengo consagrado. Zé Roberto foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Ibson pegou a bola, correu com confiança, mas Viafara defendeu.

No final, Leandro Dominguez ainda teve a chance de empatar em uma falta perigosa, mas acabou chutando para fora.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 2 x 1 VITÓRIA

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 4/7/2009 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira (Fifa-PE)
Auxiliares: Erch Bandeira (Fifa-PE) e Jossemmar José Diniz Moutinho(PE)
Cartões amarelos: (FLA); Anderson Martins (VIT)
Cartões vermelhos: Vanderson 37'/2ºT (VIT) Kléberson 46'/2ºT (FLA)
GOLS: Juan, 26'/1ºT (1-0); Roger, 16'/2ºT (1-1); Emerson, 22'/2ºT (2-1)

FLAMENGO: Bruno, Léo Moura, Weliton, Ronaldo Angelim e Juan (Zé Roberto, 18'/2ºT); Willians, Toró (Everton, 9'/1ºT) , Kléberson e Ibson; Emerson (Petkovic, 43'/2ºT) e Adriano. - Técnico: Cuca.

VITÓRIA: Viafara, Wallace, Victor Ramos e Anderson Martins (Adriano, 44'/2ºT); Apodi (Nino, 33'/2ºT), Vanderson, Uellinton; Leandro Dominguez e Leandro; Elkeson (Neto Berola, 16'/2ºT) e Roger. - Técnico: Paulo César Carpegiani.

[Lance]

Nenhum comentário: