sexta-feira

Urubus que se cuidem na boca-de-urna: vem aí Patrícia Amorim



Vereadora do PSDB e mãe de quatro filhos, a ex-nadadora Patrícia Amorim, 39 anos, enviou um recado aos urubus machistas: quer mesmo sentar no trono da Gávea – a eleição deverá ser no fim do ano.

Ela garante conhecer o Flamengo de cabo a rabo, tijolinho por tijolinho. Se eleita, pretende resgatar os anos dourados da época de Zico (político adora promessa utópica).

Amorim jura que o mundo das chuteiras não a intimida. "Medo de entrar no vestiário? Sou casada e meus quatro filhos são homens. Entro e pronto", costuma dizer aos amigos a ex-nadadora, 28 vezes campeã brasileira nos 200, 400, 800 e 1.500m livres - entre 1983 e 1989, superou 29 recordes sul-americanos.

Amorim perdeu o cargo de vice-presidente de esportes olímpicos do clube após contornar uma crise na ginástica e no basquete. Por isso, não quer saber de alianças. “Vou marcar minha posição. Não dá mais”, afirmou ao ‘Lance’.

Por falar no urubu... Os cartolas vivem saudável dúvida: não sabem se devem comemorar ou chorar a possibilidade de o time de basquete faturar o Nacional. Explica-se: se a equipe levantar o caneco, o clube terá de pagar R$ 223 mil de prêmio aos jogadores e à comissão técnica. O problema é que o pessoal ainda não recebeu os R$ 168 mil do Brasileiro/08, os R$ 115 mil do estadual do mesmo ano e os R$ 220 mil do Sul-americano/09. Explica-se, também, por que tem dirigente rubro-negro que é Brasília desde criancinha.

[José Roberto Malia-ESPN]

Nenhum comentário: