quarta-feira

Falta entrosamento ao Fla



Fora de campo, presidência do clube e departamento de futebol não falam mesma língua e disfarçam crise


A negociação pelo retorno de Petkovic ao Flamengo revelou um problema: a falta de entrosamento da presidência do clube, em específico o presidente em exercício, Delair Dumbrosck, com o departamento de futebol. Após a contratação do sérvio, as partes bem que tentaram desfazer o caos, no entanto, o relacionamento ainda parece abalado e o diálogo escasso.

Na apresentação de Petkovic, na manhã da última segunda-feira, dia 1º de junho, o vice-presidente de futebol, Kléber Leite, que ameaçou pedir demissão caso a negociação se concretizasse, não compareceu. “Não foi o futebol que contratou o Petkovic, foi a presidência, então o departamento de futebol não tem responsabilidade sobre isso”, revelou o dirigente ao site Justicadesportiva.com.br.

Na contramão da chegada de Petkovic, o Flamengo quer enxugar a folha salarial do departamento de futebol e isso pode resultar em novos conflitos internos. Após as saídas de Zé Roberto e Obina, os gastos foram reduzidos, porém, outros cortes deverão ser feitos, é o que avisa Dumbrosck.

“A presidência do Flamengo é muito maior que o departamento de futebol, a responsabilidade é maior. A nossa obrigação não é apenas com o futebol, é com a negociação das dívidas, com os sócios e tantas outras coisas”, comentou o presidente em exercício.

A “guerra” interna parece não ter fim. O presidente Márcio Braga voltou ao cargo para tentar “apagar o fogo”, mas conseguiu apenas “empurrar a poeira para debaixo do tapete”.

[JD]

Nenhum comentário: