sexta-feira

Credores se preparam para bater na porta



O anúncio oficial da parceria entre Flamengo e Olympikus, acordada no meio do ano passado, mas aprovada pelo Conselho Deliberativo em reunião extraordinária na última terça-feira, renderá cerca de R$ 20 milhões por ano ao clube até 2014, além de um museu na Gávea, estimado em R$ 8 milhões. Apesar de todos os lucros calculados com a nova parceira, os dirigentes rubro-negros precisarão ter muita "lábia" para contornar as cobranças que estão por vir. Isto porque, algumas transações realizadas pelo departamento de futebol ainda não foram equacionadas pelos dirigentes e empresários estão aguardando apenas o parecer do departamento financeiro para receber R$ 1 milhão por conta de algumas negociações. Entre elas, as dos gringos Sambueza e Fierro.

Segundo informações, o primeiro saiu do clube sem ver a cor do dinheiro, embora a diretoria garanta ter pago ao jogador. Fierro ainda não recebeu luvas de quando foi contratado e tem alguns meses sem receber no clube. Detentora dos seus direitos federativos, a Traffic está insatisfeita com a desvalorização do chileno na Gávea.

A crise envolvendo os estrangeiros existe principalmente pelo fato de alguns jogadores estarem vindo para o Brasil devido ao maior valor da moeda real em relação aos países Sulamericanos. Entretanto, quando chegam ao país, especialmente no Rio de Janeiro acabam sofrendo com os atrasos de salário, o que não é uma particularidade do Clube de Regatas do Flamengo.

[JS]

Nenhum comentário: