sexta-feira

Confirmado por Cuca, Adriano é exemplo na preleção



Técnico, enfim, diz que Imperador vai para o jogo. Psicólogo exalta atacante nas conversas com grupo


Do lado de fora da Gávea, ontem, as filas para comprar ingressos para a estreia de Adriano, domingo, contra o Atlético-PR, no Maracanã, ainda eram pequenas. Dentro do clube, porém, a ‘Adrianomania’ contagiou a todos. Cuca, enfim, oficializou a presença já esperada do atacante. A dedicação, superação e vontade do Imperador viraram exemplo e tema de preleção para o grupo.

“O Adriano vai para o jogo. Só não sei se entra no começo ou depois”, afirmou Cuca, ontem. Cauteloso durante a semana, o treinador conversou com o atacante e, depois, anunciou a decisão. Hoje, Cuca concederá entrevista coletiva e deverá anunciar se o atacante começará jogando, além do companheiro de ataque. Emerson e Josiel disputam a vaga.

Psicólogo do clube que acompanha Adriano desde os primeiros passos do jogador na Gávea, Paulo Ribeiro exaltou o astral que contagiou a Gávea.

“O Adriano está muito feliz. O grupo está diferente. Coloco isso na conta do Adriano, que foi citado nas conversas e será lembrado na preleção. Hoje (ontem), vi o Zé Roberto chamando ele de Imperador. Isso prova a influência que ele exerce. Ao contrário de alguns jogadores, ele se dedica ao trabalho físico de forma impressionante”, disse o psicólogo.

Recentemente, quando anunciou que daria um tempo na carreira, Adriano deixou um ponto de interrogação sobre seu estado emocional. De volta ao Rio, ele recebeu carinho no Flamengo, mas também a pressão de resolver o problema da falta de gols.

“Ele precisa mais de apoio do que apoiar. Conversei com o Adriano, ele sabe que a expectativa em cima dele é enorme. Mas é preciso entender que o jogador não atua há mais de 40 dias. É um peso nas costas, mas não digo que ele não possa suportar”, completou Paulo.

Os companheiros de time confirmam o efeito Imperador na Gávea.

“Ficamos felizes por ele reestrear. É bom ter a expectativa de Maracanã cheio. Vamos procurá-lo em campo, ajudar. A presença dele anima”, afirmou Íbson.

Capitão do time, Bruno também usa o Imperador como exemplo: “Estamos vivendo a luta do Adriano. A dedicação dele nos treinamentos mostra que ele está a fim”.

Com a confirmação de Cuca sobre a presença do Imperador, a expectativa é de que as filas para comprar ingressos para a estreia aumentem hoje e façam a ‘Adrianomania’ ir além dos muros da Gávea.

[O Dia]

Nenhum comentário: