quinta-feira

Adriano não deverá esperar abertura da janela



Principal reforço do Flamengo para a disputa do Campeonato Brasileiro, o atacante Adriano não deverá ter que esperar a abertura da janela de transferências, no meio do ano, para poder estrear com a camisa rubro-negra. O Imperador rescindiu contrato com a Inter de Milão, da Itália, para poder voltar a defender o clube que o revelou para o futebol. Apesar disso, sua contratação não deverá ser encarada pela CBF como vinda do exterior.

Segundo Marcos Motta, advogado especialista em direito internacional no esporte, Adriano estava sem contrato quando a última janela foi fechada, em 8 de abril. Com isso, para a CBF ele deve ser visto como um atleta desempregado quando foi contratado pelo Flamengo e não como um jogador contratado junto a uma equipe do exterior.

"A CBF estabelece duas janelas de registro. Uma de janeiro a abril e outra em agosto. Teoricamente ele só poderia atuar em agosto. Entretanto, ele rescindiu contrato com a Inter antes do fechamento da janela de abril, que se encerrou dia oito deste mês. Portanto, o Flamengo está liberado para inscrever o jogador quando bem entender, uma vez que ele teoricamente estaria desempregado quando foi contratado pelo Flamengo", disse Marcos Motta, que está trabalhando para o Flamengo em termos de conseguir toda a documentação necessária para inscrever o jogador na CBF, em entrevista à Rádio Brasil do Rio de Janeiro.

Adriano, porém, não tem data para estrear. Isso porque, além das questões burocráticas, o jogador terá que resolver o fato de ainda estar fora de forma, pois não joga uma partida oficial há mais de dois meses.

[Espn]

Nenhum comentário: