quarta-feira

Mistão rubro-negro visita Remo sem intenção de eliminar a volta



"Nossa prioridade é tentar vencer o jogo, independentemente da diferença no placar", diz Cuca


Priorizando o clássico de domingo contra o Fluminense pelas semifinais da Taça Rio, o Flamengo vai de mistão para o confronto de ida da segunda fase da Copa do Brasil, contra o Remo-PA, às 21h50 (de Brasília) no Mangueirão. O time carioca pode eliminar a partida de volta caso deixe o Pará com um triunfo por dois ou mais gols de vantagem. Mas não é esta a intenção de Cuca.

O comandante avisou que o pensamento não é eliminar a partida de volta, mas apenas conseguir um bom resultado, de preferência marcando gols. "Claro que gostaria muito de eliminar o Remo sem a necessidade do confronto de volta, mas sei que isso não funciona desta forma", alertou o treinador.

"Vamos encarar um adversário tradicional no futebol brasileiro e que cresce muito jogando em casa. Além disso, eles estão motivados e querem uma grande atuação. Nossa prioridade é tentar vencer o jogo, independentemente da diferença no placar", completou Cuca, que defendeu o Remo quando ainda era meia.

Apesar de poupar seus titulares, o técnico acredita que os jogadores que viajaram com a delegação têm plenas condições de voltar de Belém com um grande resultado. "O Flamengo conta com um grupo, e não apenas com 11 titulares", alegou Cuca, tentando valorizar a disputa do torneio nacional.

"Estamos num momento em que brigamos em duas frentes e nossas decisões têm que ser marcadas pelo equilíbrio. Jamais mandaria a campo pela Copa do Brasil, que é uma competição perigosa, um time sem condições de desempenhar um bom papel e representar o Flamengo de forma digna", garantiu.

Para o confronto no Pará, o Flamengo decidiu poupar o lateral-direito Leonardo Moura, os zagueiros Fábio Luciano e Ronaldo Angelim e o atacante Josiel. O meia Zé Roberto também não seguiu com o grupo, pois se recupera de lesão na coxa direita. O time só será anunciado por Cuca no vestiário, minutos antes do confronto.

O Remo, por sua vez, já tem sua equipe definida. O volante San jogará na vaga do zagueiro Márcio Pereira, vetado por lesão muscular. O esquema adotado será o 4-5-1, com Marcelo Maciel isolado no ataque e Helinho no banco de reservas. Sem este jogador, caberá ao apoiador Jaime a missão de encostar na frente.

Apesar da tática mais cautelosa, o técnico Artur Oliveira confia em um triunfo. "O Remo respeita muito o Flamengo, mas vai entrar em campo pensando em fazer uma grande partida e conquistar uma vitória que nos permita ter tranquilidade no jogo de volta", comentou.

Assim como o Flamengo, que encara o Fluminense no domingo pela semifinal do segundo turno do Carioca, o time remista está nas semifinais do segundo turno do Paraense e no domingo faz clássico estadual com o Paysandu, ganhador da primeira metade da competição.

Na fase anterior da Copa do Brasil, o Flamengo não encontrou maiores dificuldades para eliminar o modesto Ivinhema por 5 a 0, no Mato Grosso do Sul, eliminando a necessidade de um jogo de volta. Já o Remo passou pelo Barras-PI, ganhando por 1 a 0 no Piauí e por 2 a 0 em casa.


FICHA TÉCNICA
REMO x FLAMENGO

Local: Estádio Mangueirão, em Belém (PA)
Data: 8 de abril de 2009, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: José Henrique de Carvalho (SP)
Assistentes: Emerson de Carvalho e Dante Júnior (ambos de SP)

REMO: Adriano; Levy, San, Rogério Corrêa e Edinaldo; Marlon, Beto, Ramon, Jaime e Toninho; Marcelo Maciel
Técnico: Artur Oliveira

FLAMENGO: Bruno; Welinton, Thiago Sales e Aírton; Everton Silva, Willians, Kléberson, Ibson e Juan; Erick Flores e Emerson
Técnico: Cuca

[IE]

Nenhum comentário: