terça-feira

Fla sem Maraca na Copa do Brasil



Com punição aplicada em 2006, time terá poucas partidas em casa na edição do torneio deste ano


O Flamengo tem sorte de ser a equipe mais popular do Brasil. Nesta temporada, mais do que nunca o time terá de contar com o apoio de seus torcedores espalhados pelo país na Copa do Brasil. Isso porque, caso consiga ultrapassar todas as fases, o Rubro-Negro só atuará no Maracanã em três oportunidades, a menos, é claro, que cruze com um rival carioca no caminho.

Dois anos afastado da competição, o time da Gávea cumprirá nesta temporada a perda de mando de campo imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta de um celular arremessado no campo na decisão do torneio contra o Vasco, em 2006. Em sessão realizada no dia 7 de agosto daquele ano, a Primeira Comissão Disciplinar puniu o clube no artigo 213 (Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Como o Flamengo eliminou os dois primeiros adversários (Ivinhema e Remo) do torneio diretamente, sem necessidade de jogo de volta, o time só vai cumprir a punição no dia 6 de maio, pelas oitavas-de-final, contra o vencedor de Fortaleza e Paraná. A primeira oportunidade de atuar no Maracanã será, caso a equipe se classifique às quartas-de-final, no dia 20 de maio.

O Rubro-Negro cumprirá a pena em Volta Redonda, no estádio Raulino de Oliveira. De acordo com o artigo 60, parágrafo 1°, do Regulamento Geral das Competições, a cidade do estádio substituto deverá estar situada a uma distância superior a 100 quilômetros daquela originalmente prevista para a partida.

[JD]

Nenhum comentário: