sábado

Ex-treinador Carlinhos dá as dicas para o Flamengo nesta final



O futebol é pródigo em emoções até o fim em decisões de 180 minutos. Com Carlinhos, a regra foi contrariada. No comando do time rubro-negro, o vitorioso treinador assegurou o título na primeira partida com goleadas de 3 a 0. Foi assim no Brasileiro de 92, contra o Botafogo, e no Carioca de 2000, diante do Vasco. Coincidentemente, o alvinegro, adversário na terceira final consecutiva no Estadual, foi atropelado na ocasião por um time que tinha Júnior, Gaúcho, Wilson Gottardo & Cia.

Carlinhos, o Violino, fez história no meio de campo rubro-negro na década de 60. O apelido teve origem no futebol refinado ao lado de Nelsinho Rosa. Como técnico, foi campeão seis vezes entre 1987 e 2000 – Brasileiros de 87 e 92 e Estaduais de 91, 99 e 2000 e Mercosul de 99. Em nenhuma ocasião ficou em desvantagem no primeiro jogo. Na pior das hipóteses, empatou, em 1 a 1, como em 87, 91 e 99 (Estadual). Pela Mercosul, vitória de 4 a 3 – respectivamente contra Internacional, Fluminense, Vasco e Palmeiras.

Para as finais do Carioca, ele aposta no Flamengo. E pede que Cuca transmita confiança aos jogadores, pois só assim o time pode dar um passo largo rumo ao título já no domingo.

– Eu passava confiança. Fazia eles acreditarem que eram os melhores. Acho que o Flamengo pode ser campeão. Vejo vantagem, mas será um jogo duro – analisou Carlinhos.

[JB]
[Imagem: Magia Rubro Negra]

Nenhum comentário: