terça-feira

Com a palavra, o capitão


Fábio Luciano levou o filho para a preleção antes do jogo contra o Fluminense e emocionou o time


A justificativa de Fábio Luciano para abandonar o futebol aos 33 anos é ficar mais próximo dos filhos Gianluca, 4 anos, e Isabela, de 5 meses. Próximo do fim da carreira, o capitão rubro-negro virou o principal símbolo da luta do Flamengo pelo tricampeonato estadual e, na preleção antes da vitória sobre o Fluminense, o zagueiro fez, ao lado do filho, um discurso de arrepiar, que emocionou e inflamou jogadores e comissão técnica.

Ao lado de uma imagem de São Judas Tadeus e velas acesas no vestiário, Fábio Luciano bradou num inflamado discurso:

“Trouxe o Gianluca junto comigo, pois esse moleque e a Isabela são as pessoas que mais amo na vida. Falta muito pouco para eu ter o mesmo sentimento em relação a vocês, amigos como nunca fiz antes. Levarei isso para o resto da vida. Quero dedicar o título para meus filhos, quero vê-los orgulhosos do pai. Não deixem essa história terminar para mim agora, não. Peço do fundo do meu coração. Tomei a decisão de parar de jogar futebol pelos meus filhos, e quero ser campeão por eles. Preciso disputar mais três jogos antes do fim”.

A emoção tomou conta de todos no vestiário. Depois, Fábio Luciano entrou em campo com Gianluca e foi saudado por milhares de torcedores aos gritos de ‘fica capitão’.

Visivelmente emocionado depois da vitória, o jogador deu uma declaração que deixou dúvidas sobre sua aposentadoria. Especula-se que ele poderá estender a carreira até o fim da Copa do Brasil. “Vai ficar marcado o grito da torcida. Vamos deixar o tempo dizer... Meu único pensamento é o título estadual”, afirmou o zagueiro, que durante os treinos da semana pediu que não fossem feitas perguntas sobre sua aposentadoria nas entrevistas.

No clube, uma verdadeira corrente se formou para tentar demover o capitão da ideia de parar ao fim deste Estadual. Companheiro de zaga, Ronaldo Angelim pede diariamente ao companheiro que repense a decisão já anunciada.

Fábio Luciano pediu ainda que todos deixem os problemas de lado para focar apenas na luta pelo título estadual. O atraso no salário, por exemplo, tem sido bem administrado pelos jogadores rubro-negros.
Depois da folga de ontem, o grupo se reapresenta hoje à tarde na Gávea, e Cuca começará a definir o time para domingo. O treinador comemora o fato de ter a semana livre para treinar. Adversário da decisão da Taça Rio, o Botafogo está sendo minuciosamente estudado. Na tática e na vibração de Fábio Luciano, todos querem um final digno para a história do Flamengo e do capitão.

MÁGOA
O goleiro Diego, que substituiu Bruno, desabafou sobre críticas que recebeu: “Falaram muita coisa de mim. Quando é de fora, passo a borracha. Mas pessoas do clube questionaram minha competência e me magoaram”

VAGA DE TITULAR

O atacante Emerson, que já fez dois gols, colocou-se à disposição de Cuca para ser titular: “Eu já posso disputar os 90 minutos sem qualquer problema. Mas essa não é uma decisão minha, é do professor Cuca”.

[O Dia]

Nenhum comentário: