sexta-feira

Camisa ‘limpa’ vira objeto de desejo



Peça não é vendida aos rubro-negros e uniforme antigo está em promoção



As camisetas sem a logomarca da Petrobras viraram febre entre os torcedores do Flamengo. 80% das ligações para o setor de televendas do clube são de interessados na camisa “limpa”. Na Fla Boutique da Gávea, a procura também é grande. Os vendedores não sabem o que dizer aos clientes. Como não está à venda, os rubro-negros estão comprando mais os outros modelos. As vendas da blusa oficial feminina (R$ 99,90), que já não tinha o nome da empresa, cresceram depois que o clube anunciou oficialmente o fim da parceria, há duas semanas.

Os homens que procuram a camiseta “100% rubro-negra” acabam comprando outras peças. Segundo os vendedores, a procura pelo modelo retrô de 92, em homenagem ao jogador Júnior, também aumentou muito nas duas últimas semanas.

- A procura está muito grande. De cada dez ligações que eu recebo, oito são perguntando da camisa nova. Muitos sabem que não está vendendo, mas ligam para se certificar – contou Carolina Silva da Conceição, atendente de televendas do Flamengo.

Sem previsão de ter o novo modelo e com o estoque cheio, muitas lojas de artigos esportivos já reduziram o preço das camisas oficiais com o nome da empresa. A de 2008/2009, que custava R$ 159,90 há pouco tempo, já está sendo vendida por R$ 99,90 em alguns lugares. A do ano anterior sai por R$ 59,00. As lojas que ainda não fizeram promoção, já pensam em baixar os preços também.

- Só ontem presenciei umas dez pessoas procurando a camiseta sem patrocínio. Eu falo para elas que não tem previsão. O estoque é muito grande. Não sei se é viável para eles (Nike e Flamengo) fazerem o novo modelo para vender. Provavelmente vamos ter que liquidar também – afirmou o gerente da loja da Gávea, Fernando Moraes.

[GE]

Nenhum comentário: