domingo

Caminho livre para a hegemonia: Fla na final



Com emoção até o fim, Rubro-Negro vence o Flu por 1 a 0 e está na decisão


Digno dos grandes e históricos Fla-Flus, o jogo válido pelas semifinais da Taça Rio entre as equipes foi recheado de emoção, disputa, nervosismo e bons lances. Porém, com um gol de Juan, e uma boa colaborada do goleiro Fernando Henrique, o Flamengo se classificou para as finais da competição vencendo por 1 a 0 o Tricolor e agora tem o Botafogo no caminho pela busca da hegemonia em estaduais.

PRIMEIRO TEMPO

O primeiro tempo se iniciou de forma eletrizante. O técnico Cuca resolveu colocar Leonardo Moura na lateral-direita e foi bem, já que pelas pontas o Flamengo encontrava muitos espaços, principalmente pelo esquerdo, já que Mariano, do Fluminense, estava completamente perdido e levava um banho de Juan. Já Parreira centralizou o jogo do Tricolor em Thiago Neves, o camisa 10 das Laranjeiras organizava as jogadas e chamava a responsabilidade.

Diversas foram as oportunidades de gols para ambos os lados. O Rubro-Negro dava bons chutes e vinha bem pelo alto. Ronaldo Angelim e Léo Moura perderam ótimas chances de cabeça. Pelo Fluminense, Everton Santos desperdiçou uma cabeçada sem goleiro, colocando a bola por cima do gol.

De tanto explorar o lado esquerdo, o Flamengo acabou chegando ao gol. Juan recebeu livre (em local onde Mariano deveria estar) e deu um chute despretensioso de fora da área. Fernando Henrique, que vinha bem, acabou aceitando.

Após o gol, o time da Gávea teve oportunidade de ampliar, se Josiel não perdesse um das chances mais claras da história do Maracanã, sem goleiro e debaixo das traves. Edcarlos chegou de carrinho para salvar.

SEGUNDO TEMPO

Se não foi tão eletrizante como no primeiro tempo, a segunda etapa esbanjou duelos táticos. Preocupado em bloquear a "avenida" do lado direito, o técnico Parreira tirou um lento Wellington Monteiro, colocou um ofensivo Marquinho e deslocou Jaílton mais para aquele setor.

Se conseguir neutralizar os avanços de Juan, seu Fluminense não conseguiu ser efetivo no ataque. A equipe não criava oportunidades e não esboçava reação para quem estava em desvantagem no placar.

O Flamengo adotou a cautela e saía com propriedade para o ataque. Já a defesa rubro-negra estava segura. Com isso o time de Cuca passou a ter tranquilidade para administrar o placar.

Apesar de não criar tantas chances, não seria de todo o mal dizer que o Rubro-Negro teve mais chance de ampliar o marcador do que o Fluminense de empatar. Portanto, o 1 a 0 se concretizou acabou sendo merecido para o time da Gávea, que agora decidirá a Taça Rio com o Botafogo.

FLAMENGO 1 X 0 FLUMINENSE

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 12/4/2009 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (RJ) e Marco Aurélio dos Santos Pessanha (RJ)
Renda/público: R$ 1.245.363,00 /68.613 pagantes e 72.030 presentes
Cartões amarelos: Willians, Juan (FLA); Fred, Everton Santos, Mariano, Wellington Monteiro, Leandro, Jaílton (FLU)
Cartões vermelhos: Não houve.
GOLS: Juan, 31'/1ºT (1-0)

FLAMENGO: Diego, Aírton (Welinton, 26'/2ºT), Fábio Luciano, Ronaldo Angelim; Léo Moura, Willians, Ibson, Kleberson e Juan; Josiel (Emerson, 11'/2ºT) e Zé Roberto (Éverton, 32'/2ºT). Técnico: Cuca.

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Mariano (Alan, 24'/2ºT), Luiz Alberto, Edcarlos e Leandro; Jailton, Wellington Monteiro (Marquinho, intervalo), Conca e Thiago Neves; Everton Santos (Maicon, 17'/2ºT) e Fred. Técnico: Parreira.

[Lance]

Nenhum comentário: