quarta-feira

"Atacar com cautela", diz Juan



Lateral do Flamengo pede atenção e afirma que Botafogo tem responsabilidade menor na final


Jogadores de Flamengo e Botafogo falam em respeito e evitam o rótulo de favoritismo. Nesta quarta-feira, dia 15 de abril, foi a vez do lateral-esquerdo do Rubro-negro, Juan, comentar a rivalidade acirrada entre os clubes nos últimos anos. Para o camisa 6, o Alvinegro leva vantagem por ter vencido o primeiro turno e por isso a pressão agora será menor do lado de lá.

No ponto de vista do lateral, o Flamengo tem uma única chance para ser campeão e não pode desperdiçá-la. “Para a gente é tudo ou nada. O Botafogo, como tem a possibilidade de ser campeão agora ou depois, tem responsabilidade menor para este jogo, mas não podemos prever nada e temos que fazer nossa parte. Temos que ganhar de qualquer forma”, afirmou.

Apesar da necessidade de vencer para forçar outros dois jogos, Juan prega cautela para não ser surpreendido e classifica o Botafogo como um time imprevisível. “Não adianta ir pra cima de qualquer maneira, pois o contra-ataque do Botafogo é bastante perigoso. Eles têm jogadores rápidos e de qualidade no ataque. Temos que entrar ligados e ter cuidado”.

Herói de outros campeonatos, como do título da Copa do Brasil de 2006, ao marcar um dos gols na final contra o Vasco, e da semifinal da Taça Rio, quando foi o autor do gol da vitória sobre o Fluminense, Juan prefere “passar em branco”, mas não despercebido na decisão contra o Botafogo.

“Claro que gostaria de marcar outra vez, mas meu pensamento é jogar bem e ajudar a equipe. O mais importante é fazer o meu papel, ir à linha de fundo, acertar os cruzamentos e dar passes para os companheiros marcarem”, concluiu o vice-artilheiro do Flamengo no Carioca com cinco gols.

[JD]

Nenhum comentário: