domingo

Foto na internet aumenta a tensão para o Clássico dos Milhões



Que a rivalidade entre as torcidas de Vasco e Flamengo é grande por si só todos sabem. Mas antes do clássico deste domingo, no Maracanã, um fato pode agravar ainda mais a situação entre rubro-negros e vascaínos. Está rolando na internet uma foto, tirada em São Januário, em que aparece uma faixa da Torcida Jovem do Flamengo em poder da Força Jovem do Vasco.

Segundo diretores, membros e conselheiros da organizada rubro-negra, a faixa estava em poder do GEPE (Grupamento Especial de Policiamente nos Estádios) desde a final da Copa do Brasil em 2006, quando houve uma briga generalizada entre torcedores e a polícia no anel do estádio. Com a confusão, alguns materiais como faixas, bandeiras e instrumentos de bateria da agremiação foram apreendidos pelos policiais.

De acordo com um email enviado a redação do Dia Online, os rubro-negros esclarecem que tentaram por diversas vezes recuperar o material apreendido, todas elas sem sucesso, e que todo o material em poder da polícia estava descriminado e protocolado.

O major Busnello, atual responsável pelo GEPE, diz desconhecer a história (na época da confusão, quem comandava o GEPE era o Major Marcelo Pessoa).

"Eu assumi em janeiro de 2008. Desde que eu assumi posso garantir que não há nenhum material de torcida organizada com o Gepe", disse, por telefone, ao O Dia Online.

No fim da mensagem eletrônica, os torcedores revelam que vão cobrar esclarecimentos ao GEPE, assim como aguardar ações da Justiça, já que eles querem saber como o material que estava em poder do GEPE foi parar nas mãos de uma torcida organizada vascaína.

Na noite deste sábado, numa comunidade de um site de relacionamentos, torcedores discutiam sobre o assunto. O usuário identificado como 'Diego' comemorava.

"1x0 pra FJV já. Perdeu, Perdeu. O jogo só é amanhã e já tá 1 x 0 pra gente kkkkkk" (sic), dizia o seu comentário.

Já o usuário T.J.F 1967 não concordava com o 'placar'.

"Não seria Gepe 1 x 0 TJF", sugere.

A reportagem tentou entrar em contato com a sede da torcida vascaína, mas devido ao horário do fechamento da matériae ao fim de semana, não conseguiu ouvir os responsáveis pela agremiação.

O que se espera é que fatos como esse não estraguem o antes, o durante e o depois do clássico deste domingo, no Maracanã, envolvendo os clubes destas duas torcidas.

[O Dia]

Nenhum comentário: