segunda-feira

Conheça a família feminina de Cuca



Maiara, Natasha e Rejane são as três mulheres que sustentam a vida do técnico


Cortejar as mulheres de sua vida no dia 8 de março é uma das rotinas do técnico Cuca. Todo ano, ele compra rosas brancas para as filhas Maiara e Natasha e vermelhas para a esposa, Rejane.

São elas que aguentam as lamentações do treinador nos piores momentos. E é por elas que ele se aplica no dia a dia.

– Não conseguiria trabalhar se não fossem elas, que dão todo alicerce que eu preciso nas horas ruins. Tudo o que faço é em função delas, que também têm uma vida difícil. Sempre viajam quando preciso mudar de cidade. São as minhas guerreiras. Hoje é um dia especial pra elas, e aproveito para parabenizar todas as mulheres envolvidas com o futebol – diz Cuca.

Estudante de jornalismo, Maiara vê o lado bom que as andanças do futebol proporcionam.

– É uma rotina maravilhosa. Conhecemos muitas cidades, estados e diferentes culturas – diz a primogênita, de 20 anos, para contar por que adora o Dia da Mulher.

– As atenções não ficam tão centralizadas em cima do meu pai e são divididas entre nós todas. São três mulheres contra um – brinca.

Sua mãe, casada com Cuca desde 1985, também gosta de degustar os cortejos no Dia da Mulher.

– Ele sempre traz as rosas e nos leva para jantar. Uma vez teve até passeio de lancha – conta Rejane, que aprendeu como o marido funciona.

– Sempre estamos ao lado dele ouvindo, entendendo e acalmando. O mais importante é ouvir o desabafo dele. Estamos sempre fazendo companhia. Até jogar video game com ele nós jogamos – revela.


(Lance)

Nenhum comentário: